publicidade

Menino autista, de 14 anos, que vendeu desenhos para ajudar em casa, recebe doações e bolsa de estudos!

Encantados com a personalidade e talento do menino, usuários de rede social se uniram em seu favor!



As crianças não cansam de nos impressionar com sua sensibilidade e pureza. Elas possuem uma maneira única de encarar a vida e nos mostram que ajudar quem amamos pode ser muito mais simples do que imaginamos.

Esse é o caso de Samuel Andrés Rodriguez, um menino de 14 anos, que tem conquistado o carinho e apoio de muitas pessoas após um episódio de amor e lealdade à sua mãe, Magdalena Rodríguez.

O menino vive na cidade de Barquisimeto, na Venezuela, e possui síndrome de Asperger, um estado do espectro autista.

Ao perceber que a realidade financeira de sua casa estava complicada, ele teve uma ideia muito especial para apoiar a mãe, que trabalha como vendedora ambulante.

Segundo contado pelo portal El Pitazo, ele pediu permissão a Magdalena para criar uma conta no Twitter e, depois que ela aprovou, ele fez sua primeira publicação. Nela, Samuel colocou à venda alguns dos desenhos que faz sozinho, em sua maioria, de personagens de desenho.


Na descrição da publicação, ele disse que estava vendendo cada desenho por 1 bolívar venezuelano (equivalente a menos de 1 real) para ajudar a sua mãe a comprar comida e uma tenda, para que não precisasse trabalhar diretamente na rua, correndo o risco de se infectar por coronavírus. Ele também disse que queria muito uma pasta de amendoim:

Direitos autorais: reprodução Twitter/@Samuela58097885.

A sinceridade e a pureza da publicação de Samuel comoveram os usuários da rede social, e rapidamente sua publicação alcançou um grande número de pessoas, dando início a uma mobilização muito especial para ajudá-lo.


O menino ganhou um notebook, materiais de desenho e até mesmo a pasta de amendoim, que tanto queria:

Direitos autorais: reprodução Twitter/@Samuela58097885.

Os usuários da rede social também compraram algumas coisas para Magdalena, para que seu trabalho nas ruas seja mais confortável:

Direitos autorais: reprodução Twitter/@Samuela58097885.

No entanto, não foi só isso. A sua história chegou até Oscar Olivares, um artista visual que possui uma escola de desenho on-line. Em uma publicação em seu perfil no Twitter, ele disse que conversou com a mãe de Samuel, que se tornou bolsista de sua escola.

Na rede social, Samuel tem compartilhado um pouco sobre suas aulas na Academia Olivares e as técnicas de desenho que vem aprendendo. As postagens são carregadas de comentários de carinho e incentivo.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@Samuela58097885.

O caso do menino venezuelano é mais uma prova de que sempre colhemos coisas boas quando agimos com empatia e amor pelas pessoas à nossa volta.

Que ele seja muito bem-sucedido em seus desenhos e continue sendo ajudado por aqueles que acreditam em seu potencial.

Compartilhe essa história especial em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.