Notícias

Menino de 11 anos que fugiu sozinho da guerra na Ucrânia se reencontra com a mãe na Eslováquia

Menino de 11 anos que fugiu sozinho da guerra na Ucrania se reencontra com a mae na Eslovaquia

O garoto de 11 anos que fugiu sozinho da guerra na Ucrânia conseguiu se reencontrar, enfim, com a mãe após cruzar a fronteira com a Eslováquia, informou a polícia local na quarta-feira (17).

Hassan Al-Khalaf deixou o país em guerra no início de março – ele cruzou o país em uma longa viagem de viagem de trem e a pé, que partiu de Zaporizhzhie, onde há combates ativos.

A mãe viúva de Hassan não podia acompanhá-lo naquele momento, pois era impossível deixar a avó dele em casa, então ela enviou o menino sozinho na viagem de mais de 1.000 km para a Eslováquia.

É neste país do leste europeu onde seu irmão mais velho estuda. Ele chegou com nada além de uma sacola plástica, passaporte e um número de telefone escrito na mão.

Menino de 11 anos que fugiu sozinho da guerra na Ucrania se reencontra com a mae na Eslovaquia

Garoto de 11 anos que fugiu sozinho da guerra na Ucrânia se reencontra com a mãe na Eslováquia. Direitos autorais – Reprodução Facebook

Segundo as autoridades da Eslováquia, a mãe de Hassan conseguiu cruzar a fronteira ucraniana nesta semana acompanhada da avó do garoto e um cãozinho de estimação.

Elas foram recebidas pela guarda da fronteira e já passaram pelos trâmites migratórios em busca de um refúgio no país – dez dias após o Hassan passar pelo mesmo caminho, sozinho.

276060607 5407602659269912 7120802233342105163 n

Hassan com a mãe, amigos e familiares na Eslováquia. – Direitos autorais: Reprodução Facebook

Hassan chegou à Eslováquia no início de março, atraindo grande atenção da mídia depois que a polícia local postou a história em sua página no Facebook, chamando-o de herói após sua longa viagem.

Antes do reencontro, Hassan chegou a participar de um evento na capital Bratislava que pedia a paz no território ucraniano e contou sobre a experiência. Veja no VÍDEO abaixo.

“Minha esperança me guiou pelo caminho”, afirmou ele por meio de um intérprete.

Hassan, mãe e avó fazem parte dos milhões de refugiados que deixaram a Ucrânia, desde o início da guerra. A Rússia chama a invasão de “operação militar especial”.

0 %