Menino de 12 anos cria escola no fundo de casa para ensinar crianças carentes

4min. de leitura

Leonardo Nicanor fundou, em 2018, aos 12 anos, uma escola nos fundos da casa de sua avó para ensinar crianças carentes do bairro.



Leonardo Nicanor, muito cedo, mostrou que é uma criança diferente das demais. Enquanto a maioria dos meninos de sua idade estava preocupada em brincar e passar tempo com os amigos, ele tinha um objetivo diferente, e se esforçou para alcançá-lo.

Aos 12 anos, “El Nico”, como também é conhecido, fundou uma escola na casa da avó, Ramona, no bairro Las Piedritas, Pocito (Argentina). Na escola amadora “Unidade Escuela Patria”, ele recebe muitos alunos do mesmo bairro.


Nico é o único responsável pela escola, também não há professores ou outro tipo de funcionário. Ele transmite às crianças tudo aquilo que aprende em sua verdadeira escola.

A ideia surgiu do desejo de Nico de ajudar crianças de sua região que nem sempre têm a mesma oportunidade de estudo que ele.

Apesar de simples e não oficial, a escola de Nicanor é muito bem organizada. Dividida em séries, ela comporta lousas, cadernos, armários, um kit de primeiros socorros e até um sino para informar a hora do intervalo.

A rede televisiva local San Juan 8 publicou, em seu perfil no Facebook, uma entrevista com o jovem mestre e sua avó. Confira abaixo:


Pelas imagens, é possível perceber o amor e a dedicação que Nico investe nessa ocupação tão especial. O menino, que leva 40 minutos para chegar à escola, de bicicleta, faz questão de compartilhar o conhecimento que recebe com aqueles que precisam, oferecendo-lhes oportunidade de levarem uma vida diferente.

Nicanor, emocionado, diz sentir-se muito orgulhoso do trabalho que vem realizando, e a avó, Ramona, também com muito orgulho, é só elogios ao neto.

Ramona, que oferece copos de leite para as crianças todos os dias, emociona-se com o quanto o neto investe em sua escola. Ela comenta que ninguém lhe ensinou a conduzir essa escola, e que sente muita alegria ao ver o resultado do trabalho de Nico.

Ramona conta ainda que a escola de Nico funciona em três turnos e que muitas crianças chegam à noite para estudar, e ainda assim são recebidas com muito carinho.

O neto corrige as atividades com o que pode e, muitas vezes, corta lápis ao meio para que todas as crianças possam escrever, destaca a vó.

Que exemplo especial!

Nico, um menino de ouro e muito generoso, está criando uma grande onda do bem e plantando sementes que darão frutos especiais por muito tempo!

Compartilhe seu admirável exemplo em suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais das imagens utilizadas no texto: Clarín.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.