Comportamento

Menino que praticou bullying é “condenado” pelos pais a segurar placa em sinaleiro. Web criticou a atitude!

Foto: TikTok
Capa site Menino que praticou bullying é condenado pelos pais a segurar placa em sinaleiro

Por praticar bullying, os pais puniram o garoto com uma atitude polêmica.

Com o avanço da tecnologia, o bullying virou um grande aliado para os “valentões”, aqueles que gostam de humilhar outras pessoas. De acordo com o “Mundo Educação”, da UOL, “bullying” é uma prática repetitiva de atos de violência física e/ou psicológica, que, geralmente, acontece no ambiente escolar. Com a internet, o bullying tomou outras formas e, atualmente, é mais comum vermos vídeos e imagens de humilhação viralizarem rapidamente.

A história dos pais que puniram o filho quando descobriram que ele estava intimidando outras crianças, ou em outras palavras, praticando bullying, polemizou nas redes sociais. O tiktoker Gavin Klen registrou a cena de dentro de seu carro. Aparentemente, os pais da criança estavam sentados em espreguiçadeiras, perto do semáforo, bem despreocupados, enquanto o filho parado na beira da estrada, segurava uma placa onde se lia: “Eu sou um bully. Buzine se você odeia quem pratica bullying”.

Segundo o Mirror, o caso aconteceu na Flórida (EUA) e se tornou conhecido rapidamente nas mídias sociais, gerando debates. Os pais, que rotularam o filho de “valentão”, sofreram duras críticas na web pelo comportamento humilhante a que submeteram o menino. Assuntos como táticas parentais e humilhação pública foram desencadeados, dividindo opiniões.

Imagem 1 Menino que praticou bullying é condenado pelos pais a segurar placa em sinaleiro. Web criticou atitude

Direitos autorais: Reprodução/ TikTok

A filmagem compartilhada por Gavin foi descrita como “tão malvada” quanto o bullying na escola. Além disso, um usuário, de acordo com o Mirror, comentou o vídeo dizendo que envergonhar publicamente o filho não é a melhor maneira de resolver o problema. Conforme outra pessoa, humilhar crianças é traumático, especialmente se elas não estão totalmente desenvolvidas. Em outro comentário, uma pessoa disse que “a maçã não cai muito longe da árvore” e que as crianças agem quando não têm orientação e amor dentro de casa.

No entanto, algumas pessoas se colocaram a favor da atitude dos pais, argumentando coisas como: se você discorda dessa punição, você é “mole”. Outra chamou todos de “sensíveis demais” e que não tinha ideia do que ela poderia ter feito ou dito a outra criança.

Imagem 2 Menino que praticou bullying é condenado pelos pais a segurar placa em sinaleiro. Web criticou atitude

Direitos autorais: Reprodução/ TikTok

Conforme informações do Independent, o vídeo, que atualmente foi excluído do TikTok, contava com mais de 9,78 milhões de visualizações, com muitos debates sobre a punição pública que os pais impuseram ao filho. Enquanto uns sugeriram que o castigo não era uma ferramenta eficaz para reparar as atitudes do menino, outros ficaram a favor dos pais, que optaram por medidas drásticas para que o filho pudesse mudar e evoluir como pessoa.

Imagem 3 Menino que praticou bullying é condenado pelos pais a segurar placa em sinaleiro. Web criticou atitude

Direitos autorais: Reprodução/ TikTok

De acordo ainda com o Independent, em outro vídeo, Gavin, o homem que flagrou a cena, apareceu para defender sua opinião, inclusive mostrando uma série de estudos e artigos sobre humilhação pública como punição. Com base nisso, mostrou-se contrário à prática daqueles pais e afirmou que o castigo humilhante pode fazer mais mal do que bem para as crianças.

O vídeo também inclui a imagem de um artigo publicado pela ScaryMommy, intitulado “Humilhar crianças publicamente e chamar isso de disciplina é bárbaro”. Nesse artigo, fala-se sobre como as crianças precisam do mínimo de respeito e dignidade para serem humanos civilizados. Além disso, quando se trata de disciplinar os pequenos, há diversas maneiras de ensinar-lhes a controlar seu comportamento impulsivo e errado mas, infelizmente, isso pode ser algo muito difícil e desafiador para os pais. No artigo ainda diz que, com o surgimento da internet, tornou-se mais comum envergonhar e humilhar publicamente os filhos, com imagens degradantes para que outras pessoas vejam.

De acordo ainda com o artigo do ScaryMommy, o estudo conclui que a humilhação não ensina nada de valor às crianças, mas sim, que elas serão desvalorizadas e exibidas ao público como punição.

0 %