ColunistasReflexão

Menos foco na grama do vizinho e mais cuidado com a sua!

Temos essa pretensão arrogante, de poder decretar, quem é feliz ou infeliz, de acordo com nossa visão de mundo e experiência de vida.



Mas o que é felicidade para uns, pode não ser para outros.

Há quem goste de ficar em casa no fim de semana, há quem goste de cair na noite e voltar só no outro dia.

Quem somos nós para julgar o certo ou errado?


A minha Felicidade é só minha, e a sua, só sua.

Por falar em julgar, precisamos controlar o nosso julgamento indefectível e nos preocupar mais com a nossa evolução, do que com as roupas que alguém usa, os gostos musicais, ou como se comportam.

Eu, você, nós, precisamos, de uma vez por todas entender que o nosso espaço termina onde começa o do outro.

Quanto menos nos incomodarmos com as escolhas alheias, mais tempo teremos para melhorar as nossas próprias escolhas.


Afinal, só eu sei o que encanta a minha alma, só você sabe o que alegra seu coração.

Podemos tentar decifrar o outro, e os outros tentarem decifrar a nós.

Mas já dizia o poeta, cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é, então, você só vai saber sobre minhas dores e delícias, se eu permitir, e vice-versa.

Então, menos foco na grama do vizinho e mais cuidado com a sua!


________

Direitos autorais da imagem de capa: lassedesignen / 123RF Imagens

Como lidar com pessoas tóxicas no trabalho:

Artigo Anterior

A mudança que queremos talvez esteja na atitude que não tomamos…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.