4min. de leitura

Mesmo que você não entenda o que está acontecendo em sua vida, apenas agradeça e confie em Deus

Não fomos criados para esperar das pessoas amor, gentileza, compreensão, afeto, companheirismo, respeito e carinho.


Fomos criados para praticar essas coisas e jamais esperá-las, pois Deus já nos deu tudo isso!

Pare e responda para si mesmo(a): das vezes que você se frustrou, decepcionou e chateou com alguém, foi por ter esperado algumas dessas coisas? Estou certa de que a resposta é sim!

Nem saúde podemos esperar das pessoas. Infelizmente, essa é uma verdade (ou pelo menos parte dela). Quantas vezes nos decepcionamos com alguém doente emocionalmente?


Pessoas inseguras tendem a sempre nos ferir, pois elas próprias são feridas. 

Esperamos coisas das pessoas que nós não podemos gerenciar, que dirá controlar. E, geralmente, o grande sofrimento se dá por querermos entender tais situações.

Ninguém nasce preparado para lidar bem com todas as circunstâncias contrárias à nossa vontade, a verdade nua e crua é que essas contrariedades são supercomuns, e saber gerenciar e programar nossa mente para simplesmente aceitá-las torna a vida mais leve e tranquila.

Não dá para definir a vida por um único ponto de conhecimento ou sabedoria, mas é possível aprendermos com todas as circunstâncias desfavoráveis, que são perfeitamente normais.


Aceitar consiste também em respeitar os momentos de tristeza, angústia e decepção. Isso acontece muito quando estamos nos conhecendo (ou principalmente quando evitamos esse autoconhecimento).

Se esses sentimentos persistirem, caso você não consiga ressignificá-los na busca e relacionamento com Cristo, não hesite em procurar ajuda médica e religiosa. Mas, não cometa o erro de buscar apenas tapar o Sol com a peneira, resolva a causa do problema. Qualquer esfera que compõe sua existência (corpo, alma e espírito) é extremamente importante. Não negligencie sua vida pensando “isso é frescura”.

Contudo, também não aceite a vitimização e autocomiseração, pois você é mais que vencedor(a)! 

Não caia em nenhum extremismo, busque o equilíbrio entre aceitar as coisas como elas se manifestarem, aceitar que você é mais que vencedor(a), responsabilizar-se apenas por aquilo que de fato é possível realizar e não medir esforço por aquilo que você consegue fazer.

Com amor, qualquer barreira se rompe. Mas, também, aceite aquilo que você não pode controlar e foque sempre em se relacionar com Jesus. Não se esqueça de que você é um ser humano incrível, mas que também é limitado, portanto, apegue-se a Ele, que é perfeito e nunca erra. Mesmo que você não entenda – e de fato não é necessário –, apenas confie nEle!

Se quer chorar, pare e chore; se quer sorrir, pare e sorria! Não tema estar triste pelo que os outros vão pensar ou dizer. É importantíssimo sermos espirituais, mas não podemos jamais deixar de ser humanos.

Seja humano, respeite a si mesmo com amor. E sem egoísmos! 

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.