Messi e outros craques cortam 70% dos seus salários para ajudar funcionários do Barcelona

4min. de leitura

Durante o tempo em que o clube estiver fechado, Messi e seus colegas de time garantirão o sustento dos funcionários, que também dependem do clube.



É esperançoso constatar que, mesmo em meio ao caos gerado pela pandemia do novo coronavírus, existem pessoas que não estão medindo esforços para ajudar no combate à doença, desde médicos, voluntários e até mesmo celebridades ou ídolos que tanto nos inspiram.

O craque do futebol, Lionel Messi, inclusive, é uma dessas estrelas. Recentemente, ele doou cerca de R$ 5,5 milhões para pesquisas sobre a doença. Agora o jogador e seus companheiros de clube, o Barcelona, aceitaram ter seus salários reduzidos 70%, enquanto durar a situação de emergência provocada pela doença.

Nesse período, o time não está competindo para evitar o risco de contaminação entre os jogadores, mas principalmente entre os torcedores, afinal, com os estádios lotados, o vírus atingiria milhões de pessoas ao mesmo tempo.


Segundo o jornal espanhol, Marca, o Barcelona vai economizar aproximadamente 8,7 milhões de euros, o equivalente a cerca de R$ 50 milhões, só com os vencimentos do quarteto de jogadores: Lionel Messi, Piqué, Sergi Roberto e Busquets.

A redução de 70% nos salários vai representar economia de R$ 183 milhões por mês ao clube, conforme seu presidente, Josep Bartomeu.

Mas como se não bastasse a redução salarial, que já é suficiente para manter o clube durante a crise, Messi e os outros jogadores também não se esqueceram dos funcionários do Barcelona. Conforme o ídolo, enquanto os jogos estiverem suspensos, eles garantirão o pagamento dos salários de todos os servidores que dependem do clube.

Em comunicado através de seu Instagram, o jogador contou que ele e os companheiros sempre tiveram a intenção de reduzir os salários.


Contudo, estavam esperando chegar a um consenso sobre a melhor forma de ajudar tanto o clube quanto os seus funcionários.

Na sua postagem, o ídolo também ressaltou que não queria se despedir dos campos sem antes enviar uma mensagem afetuosa, de muita força, para todos os torcedores do Barcelona.

Também fez questão de mandar energias positivas para todas aquelas pessoas que, independentemente do time para o qual torçam, estão esperando o fim desta pandemia.

Ainda segundo Messi, em breve sairemos desta situação, e faremos isso juntos. Que exemplo!

Você também concorda com a opinião do ídolo?

Deixe o seu comentário e compartilhe este texto nas suas redes sociais!

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa: Reprodução Instagram/@leomessi. Direitos autorais da imagem 2: reprodução Instagram/@leomessi.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 08/04/2020 às 4:28






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.