5min. de leitura

MEU AMIGO, EU AINDA DESEJO-LHE BEM, MAS PRECISO TE DIZER ADEUS…

Se a vida me ensinou uma coisa, é que os relacionamentos que você tem são as coisas mais preciosas que pode possuir. Quando a vida te vira de cabeça para baixo, são as estreitas relações que te apoiam e te arrastam de volta para a ação.


Eu não sou perfeito. Eu posso ser um pouco teimoso, ignorante e tenho uma grande lista de erros. Eu magoei pessoas que nunca quis ferir, através do meu próprio egoísmo. Algumas amizades duraram e outras não. Eu sempre esperei que você estivesse na minha vida, porque você é meu amigo mais antigo, mas você me ensinou que algumas pessoas não estão destinadas a ficar na minha vida.

Eu o conheço há tantos anos que, por algum tempo, nem sequer entraria em minha mente que um dia nunca mais voltaríamos a nos falar. Nós compartilhamos tantas experiências e criamos memórias que eu nunca vou esquecer, mas chega um momento em que duas pessoas começam a se separar. Nós começamos a perceber que só porque a amizade é antiga, não significa que vale a pena mantê-la. Nossas vidas movem-se em direções diferentes, nossos pensamentos e crenças mudam, e não podemos mais acompanhar as velhas versões de nós mesmos. Eu sinto que isso aconteceu para nós há muito tempo, e desde então você não esteve lá para mim.

Todos nós estamos constantemente aprendendo e crescendo, mas em algum momento a vida nos levou para caminhos separados. Eu tentei apoiá-lo em seu momentos de necessidade, mas não foi recíproco. Os telefonemas pararam, os risos e as noites de vinho também. Você estava ocupado quando mais precisei, mas sua ausência me deu tempo para reavaliar o valor que agora damos um aos outro.


Não posso dizer que não estou ferido, mas nenhum de nós tem culpa. Conhecemos novas pessoas e consumimos mais do nosso tempo, começamos novos relacionamentos que nos levam para o próximo passo na vida e deixamos para trás o velho. Eu sou parte desse velho para você e você para mim. Algumas das melhores memórias que tenho são as que eu compartilhei com você, mas isso é tudo que são – memórias. Nós não criamos nenhuma nova por muito tempo, e a vida seguiu em frente.

Eu não estou bravo. Eu entendo. Quero agradecer-lhe por ter entrado em minha vida e me ensinar a rir e chorar de maneiras que ninguém mais faria. Quero agradecer-lhe por ser a primeira amizade real que já tive e ensinar-me o que é uma grande amizade.


Mas tenho que te agradecer por me ensinar que não posso continuar a dar chances às pessoas. As pessoas cometem erros ao dizer e fazer coisas que talvez não queiram, mas reconhecer seus erros e cometê-los repetidamente não me acrescenta em nada. A confiança é algo que eu aprecio muito, e é algo que você tirou de mim inúmeras vezes.

É hora de aceitar a verdade – não precisamos mais um do outro. O que eu aprendi agora é que a vida é curta e preciosa, e deve ser cheia de pessoas que merecem o melhor de mim, não de pessoas que não aproveitam o meu apoio e confiança. Partir nunca é fácil, mas de alguma forma, você tornou fácil para mim agora.

Você sempre terá um lugar especial no meu coração, e eu vou sempre esperar que você esteja feliz e contente. Afinal, você me ajudou a tornar-me a pessoa que sou hoje e, por isso, agradeço-lhe.

___

Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Life Hack





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.