6min. de leitura

Meu amor bandido – A máscara por trás dos relacionamentos abusivos.

A máscara por trás dos relacionamentos abusivos.

Você não precisa mais se preocupar.


Eu cheguei, o destino nos uniu. Encontramos tudo que precisávamos.

Sou a solução de todos os seus problemas. Sou a realização de todos os seus desejos. O amor dos contos de fadas.

Muito prazer meu nome é Narcisista Perverso. Mas pode me chamar de Amor.


A máscara narcísica funciona como um teatro, um espelho.

Ele irá revestir-se da imagem idealizada perfeita de sua vítima. E saberá escolher minuciosamente.

Pessoas empatas, obsessivos com seus traços de rigidez, pessoas com baixa autoestima, que acabaram de sofrer alguma perda e se encontram fragilizadas. Pessoas que estão a procura do amor perfeito. Essas são características comuns das vítimas selecionadas pelos narcisistas perversos.


Vampiros emocionais, sanguessugas, diabólicos, manipuladores compulsivos, sequestradores de almas, mentirosos compulsivos, agressores psicológicos.

Esses são alguns dos atributos nomeados por suas vítimas nas redes sociais e nos consultórios médicos e psicológicos.

Nos relacionamentos com narcisistas perversos a troca de cuidados e desejos não será possível.

O Narcisista só recebe. O egoísmo patológico. A demanda é infinita, desenfreada. A inveja é componente que inevitavelmente retroalimenta a relação.

Não existe amor genuíno, a disputa está lançada.

A base de troca será: o narcisista recebe e recebe e recebe novamente. A vítima doa, doa e se doa à exaustão. Adoece fisicamente, psicologicamente. É levada a falência financeira. Isolada, deprimida.

A morte psíquica.

Parece um filme de romance com perseguição e morte no final.

E como isso seria possível?

Apesar de ser uma patologia ainda pouco conhecida no Brasil, alguns estudos apontam que o narcisista desenvolveu um Falso Eu. Uma das hipóteses da causa do transtorno dizem que em algum momento de sua infância, parece ter havido um tipo de rejeição que não fora superado e/ou fora significado de forma errônea. Ao não poder suportar tal trauma, o narcisista mata seu eu verdadeiro, genuíno e provido de emoções.

No lugar de seu verdadeiro Eu, ele então desenvolve um Eu falso, mas esse outro é incompleto, fragmentado. Parece ter havido uma ruptura estrutural na personalidade.

O Falso Eu, é um construto, uma ilusão, uma “máscara” que o narcisista apresenta ao mundo como se fosse o seu Eu verdadeiro.

Como a rejeição não lhe é suportável, esse Falso Eu tem que ser perfeito, superior, especial, maravilhoso. Impossível de ser rejeitado.

Mas em fragmentos esse Eu não é possível, então é preciso uma fonte alimentadora de onde o Narcisista irá preencher essa casca vazia.

É através da dor, da depressão, do isolamento de suas vítimas que os Narcisistas Perversos se alimentam.

A manipulação é seu instrumento de trabalho. A mente do Narcisista Perverso é vazia, não há sonhos, projetos, não há um Eu por detrás da máscara. Tudo que ele apresenta são ideias “roubadas”, sonhos roubados, energia roubada. Suas vítimas se vêem em uma teia de aranha, onde suas vidas são roubadas, sequestradas, aprisionadas.


Em todo relacionamento abusivo o que podemos observar é que existe um ciclo que retroalimenta a relação. Esse ciclo geralmente segue o seguinte roteiro:

Bombardeio de amor:  a imagem perfeita de tudo aquilo que a vítima sempre esperou.

Posição de vítima: o abusador sempre tem uma história triste para contar, onde por um processo de reconhecimento da dor do outro, empatia. A vítima irá se compadecer pelo sofrimento deste abusador Narcisista.

Gaslighting: técnica de manipulação onde o Narcisista faz com que a vítima duvide de sua própria sanidade mental e de seus valores.

Campanha difamatória: com pequenas e discretas difamações o Narcisista afasta sua vítima de seus amigos e familiares. E igualmente afasta seus amigos e familiares com pequenas e pontuais dúvidas implantadas sobre seu caráter.

Desvalorização: o Narcisista veladamente vai aniquilando a autoestima de sua vítima.

Distorção da realidade: o Narcisista Perverso joga com a verdade a todo tempo. Todo o seu comportamento, seus valores, ideais serão “trocados”, você não vale nada, o Narcisista é o dono da razão, da moral e da ética. Ele vale tudo.

Indignado com tamanha “cara de pau” a vítima se vê agressiva, revoltada. Esses comportamentos de revolta validam ainda mais as acusações do Narcisista sobre a vítima.

Hoovering: ao afastar-se do abusador o mesmo irá retornar o contato, através do pedido de perdão, bajulamento, falsas promessas. Seu objetivo é sugar sua vítima de volta para o cativeiro.

Não se engane, é um ciclo sem fim.

Não há tratamento ou cura para o Transtorno do Narcisismo Perverso. Você não pode ajudá-lo. Isso não é possível.

Trata-se de uma patologia estrutural.

O ciclo de abuso nunca terá fim enquanto você escolher permanecer na relação.

A escolha é sua!

_______________

Direitos autorais da imagem de capa:  golubovystock / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.