Meu avô é o pai que eu nunca tive, meu maior exemplo e minha inspiração

5min. de leitura

Todo avô está sempre disposto a dar aquele conselho infalível, um abraço apertado e direcionamento nos momentos mais difíceis da nossa vida.



É impressionante o amor que existe na relação dos avôs com seus netos, não é mesmo? Com certeza, você já ouviu esses seus heróis dizendo que é um sentimento completamente diferente, que não há como descrever e muito menos comparar, o quanto é grande o carinho que os netinhos despertam em sua vida.

Talvez seja porque ninguém resiste ao sorriso sincero e o jeito manhoso de uma criança, mas o fato é que essa interação é baseada a todo momento na sinceridade e no afeto. Os avós são as primeiras pessoas para quem pensamos em correr para pedir aquele presente que tanto queremos.

Eles têm o abraço mais apertado do mundo, daqueles que fazem a gente se sentir seguro e protegido de qualquer mal.

Os avôs também são os melhores amigos que alguém pode querer em uma brincadeira. Afinal, não há quem tenha mais paciência para um pique-esconde ou para passar horas se fazendo de cavalinho do que eles.


Para muitos, os avôs também são os pais que eles nunca puderam ter. Em algumas famílias, os pais não se fazem presentes, simplesmente porque optaram por ir embora, não aguentaram a pressão de lidar com as contas, os problemas, a esposa e os filhos, e decidiram sair porta afora em busca de outro modelo de “liberdade”.

É errado achar que a família é sinônimo de prisão mas, infelizmente, há casos em que isso acontece. Em outras situações, a morte também tem uma participação trágica. Ter de enterrar um pai é, sem dúvida, uma das maiores tristezas que um filho pode ter de aceitar. Dói muito admitir que alguém tão especial se foi para sempre.

Sortudo são aqueles que, nessas horas, podem contar com seus avôs. Eles já nascem programados para ser a figura paterna de que um neto tanto precisa, principalmente, na ausência de um pai.


E não se importam em contar histórias, ensinar a andar de bicicleta ou até mesmo dar aquele puxão de orelha. Mas, claro, sempre com um jeitinho carinhoso e respeitoso de quem sabe que é o melhor professor do mundo.

Algumas pessoas se arriscam a dizer que ter sido criadas por um avô foi até melhor do que crescer sob os cuidados de pai. Não que um pai não tenha o seu valor, muito pelo contrário!

Mas é que os avôs transmitem o amor em sua essência, eles reuniram experiências e aprendizados durante anos, e fazem questão de repassar aos netos.

Preste atenção! Na relação entre um avô e seus netinhos, nunca faltam abraços sinceros ou beijos inesperados. Eles sempre sabem o que dizer nos momentos de desespero, são os melhores conselheiros que alguém possa querer e estão sempre dispostos a nos motivar a sermos pessoas melhores.

Pois então, na ausência de um pai, faça de seu o avô o seu melhor exemplo. Agradeça todos os dias por ter um ser humano tão íntegro em sua vida e deixe claro para ele todo o seu amor, diariamente.

Numa manhã, inevitavelmente, ele não vai estar mais aqui, mas seus ensinamentos durarão para sempre. Cabe a você se espelhar e torcer para um dia ser um ser humano tão espetacular quanto ele!

Você também tem um avô extraordinário? Marque-o nos comentários e compartilhe o texto em suas redes sociais.

 

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Irina Schmidt/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.