5min. de leitura

Meu mundo é melhor com você

O amor é paciente, mas precisa de mais do que um sorriso…

O amor é luz. O amor percorre as suas curvas e se dissolve em paixão. O sol tem mais luz esta manhã enquanto olho pela janela sem ver, lembrando da noite que já se foi, mas no meu peito ainda vive.
O amor é paciente. Diz-me, espere um pouco. Já tudo se resolve e ficaremos juntos. Logo o dia se vai e a terei outra vez. Espero o copo esvaziar para que encha outra vez com os beijos que guarda só para mim.
Mas o amor não é para sempre da mesma maneira. Corre aqui um boato de que o amor precisa de cuidado e carinho. Ser alimentado com juras e carinhos. Ouvi atrás da porta que tem de aproveitar antes que o dia acabe para me conquistar.



Não me esqueça, tenho você em meu peito, mas não me esconda da sua vida. Eu bem que gostei de estar nos seus braços agora, mas tem lá suas coisas e eu não estou na sua agenda oficial.

Perco-me em sonhos embalados por expectativas apenas minhas. Não sei o que vai no seu coração. Esconde de mim a sua alma por quê? Sei que tem algum sentimento por mim e então, o que faz? Responde-me com um sorriso quando quero ouvir um “eu te amo”.

O amor é paciente, mas precisa de mais do que um sorriso. Não preciso que o amor seja estampado nas redes sociais, mas estou mesmo disposta a viver esse amor sem me esconder do sol que brilha alto agora.

No jardim, observo as nuvens e tenho saudade do tempo que podia correr como essas nuvens do céu, para onde eu quisesse. Tenho saudade do tempo em que meus olhos o viam. Hoje meus olhos veem a cama vazia, a água a ferver sem ter uma xícara para fazer o chá.


Abrace-me forte e venha me tirar da solidão dos meus dias. Caso perguntem por mim, estou passeando no jardim, entre as flores a me encontrar outra vez dentro de mim. Há uma canção a tocar, mas é só o vento a soprar que a primavera está a chegar.

O amor é complicado. Entre o que é e o que pode ser, o que é melhor escolher? Se falamos com aquele nosso lado terra, aquela pessoa que não dá um passo sem ter certeza de onde vai pisar, então, sem dúvida, sempre escolhemos o que é. Mas sou vento também e, como o ar, sou livre e sempre estou a espiar o que há ali adiante, depois das montanhas com que me cerca para ficar protegida.

A lei que rege o amor não pode ser descoberta pela razão. Fecho meus olhos e a verdade é que ninguém pode viver e amar por nós.

Ao eliminarmos da cabeça as opiniões que os outros têm sobre o nosso dilema, e também as preocupações sobre as consequências da escolha, podemos ser honestos com nós próprios, e assim descobriremos que nosso coração,  desde o início, tomou uma decisão.


E também é fundamental estar consciente de que, não importa qual escolha façamos, sempre ganharemos uma coisa e perderemos outra. Seja qual for nossa decisão, sempre haverá um sacrifício, pois é impossível ter o melhor de dois mundos.

Meu mundo é melhor com você. Mas há tanto a ver e você demora. Você precisa viver o momento presente, ou seja, deixar-se levar. Acho que ouvi a campainha tocar.

De repente você está à porta e não posso perder um segundo da sua presença. Deixo minha sombra no jardim com suas dúvidas todas e corro ao seu encontro, coração aos pulos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciado para o site O Segredo: 123RF / bedya

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 03/03/2019 às 12:51






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.