AmorColunistasRelacionamentos

Meu namorado está proibido de sair, de beber … De viver

Dando uma perambulada pelo Facebook vi uma postagem que dizia assim: “Sou ciumenta sim, proíbo meu namorado sim de ir beber com os amigos, de ter amizades com mulheres, corto amizades com amigos solteiros sim, não tem joguinho de futebol não e blá blá blá.” Aí fiquei pensando, ou o namorado dessa menina é um trouxa ou ela é muito chifruda. Isso mesmo e sabe por quê? Se a pessoa não tem caráter, pra começo, nenhuma “proibição” vai ser capaz de impedir ela de fazer o errado.



Mas vamos pensar por outro lado; que tipo de relacionamento é esse minha gente? As mulheres lutaram tanto para terem seus direitos e aparece um ser que posta isso, em público? Relacionamento não é prisão, e se você está em um e precisa proibir seu parceiro ou parceira de fazer as coisas porque tem medo das suas atitudes, acho que você não deveria nem estar nesse relacionamento, não é mesmo? As pessoas se esqueceram de que namorar alguém não significa perder amizades ou deixar de fazer coisas que gosta por causa de ciúmes.

meu namorado

Quando aceitamos um namoro, aceitamos a pessoa como ela é, com suas qualidades e defeitos, com sua carga de histórias, decepções, alegrias, família, amigos, hobbies, prazeres, esquisitices. Namoro, na teoria, é para conhecer a pessoa, antes de vir a próxima fase da vida, casar. Você não é obrigado a se casar com quem namora, mas se está em um relacionamento sério, é porque gosta muito daquela pessoa e tem seus planos juntos, certo? Qual a alegria de viver grudados? Todo ser humano precisa ter seu espaço, seus amigos, seu dia de relaxar. Até em um casamento, se não houver esse espaço, não dá certo. Mesmo nos relacionamentos em que o casal faz tudo juntos, pois gosta das mesmas coisas, sempre tem aquela vontade de sentar na mesa do bar com seus amigos e dizer coisas, rir, beber, desabafar, seja você homem ou mulher.


Essas proibições soam um pouco como “sou tua dona”, “eu mando em você”; e nenhum relacionamento deve ser pautado em cima de imposições. Se impôs, então não é relacionamento, é prisão. Não precisamos ir longe para saber de casos de relacionamentos abusivos, basta perguntar para alguma amiga e ela vai dar um exemplo, ou até mesmo possa ter acontecido com você mesmo. Mas a maioria acha que os homens estão salvos dessa, mas não estão. As mulheres cresceram acreditando que podem tudo, e realmente podem, mas não podem mandar e desmandar assim em seu parceiro.

Ciúmes possessivos revelam uma mente desequilibrada, emocional fraco e transtornado, uma pessoa incapaz de amar a si própria. E não sou eu quem fala isso, milhares de pesquisas mostram isso, é só pesquisar. E tem muito a ver com a pessoa estar despreparada emocionalmente para se relacionar, pois não tem autoestima ou autoconfiança. Vamos rever esses conceitos de mandar no parceiro ou parceira, ninguém é dono de ninguém. Ninguém deve entrar em um relacionamento pensando em mudar o outro muito menos ficar em um relacionamento onde as proibições começam por causa de desconfianças.

É assim quando você namora uma mulher forte

Artigo Anterior

Tempo de milagres

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.