Comportamento

“Meus dois filhos precisam de rins, mas eu só posso doar um”: o drama de uma mãe da Inglaterra

capameus dois filhos precisam de rins mas eu so posso doar um o drama de uma mae da Inglaterra

Os dois filhos de Sarah foram diagnosticados com a mesma doença e, da família, ela é a única compatível com ambos. Que escolha difícil para essa mãe!



O compromisso das mães com o bem-estar de seus filhos é algo incrível, elas estão dispostas a fazer qualquer sacrifício para garantir que todas as suas necessidades sejam atendidas, e não se importam em desistir de algum objetivo pessoal em favor da felicidade e segurança dos filhos.

No entanto, em alguns momentos, a sua disponibilidade e dedicação completa não são suficientes para fazer com que todos os problemas desapareçam, o que pode dar origem a grandes dilemas, que afetam a vida de toda a família.

Esse é o caso de Sarah Bingham, de Northumberland, na Inglaterra, que tem enfrentado os dias mais difíceis de sua vida ao se deparar com uma situação séria, envolvendo dois de seus três filhos.


2meus dois filhos precisam de rins mas eu so posso doar um o drama de uma mae da Inglaterra

Direitos autorais: arquivo pessoal/reprodução BBC.

Segundo a BBC, Ariel, de 16 anos, e Noah, de 20, foram diagnosticados com rara condição genética chamada nefronoftise, que causa inflamação e cicatrizes nos rins. Sarah, de 48 anos, é a única pessoa da família compatível com os dois, mas só pode doar um rim, e agora enfrenta a difícil tarefa de decidir qual dos dois receberá a doação.

Ariel foi a primeira diagnosticada com a doença, em 2016, quando experimentava constante fadiga, que depois foi associada a problemas renais. Sarah já estava se preparando para realizar o transplante para a filha, quando chegasse o momento mas, em 2019, Noah também ficou doente e foi diagnosticado com a mesma condição, e também necessita de um transplante.

Dois amigos da família são compatíveis com Noah, mas ainda não é certo que um transplante seja realizado nesse caso.


Sarah Bingham contou à BBC que, apesar de o filho mais velho estar “muito mal”, ele faz diálise regular e se encontra “estável”. Já Ariel teve uma piora renal no último ano e provavelmente precisará do novo órgão antes de seu irmão.

3meus dois filhos precisam de rins mas eu so posso doar um o drama de uma mae da Inglaterra

Direitos autorais: arquivo pessoal/reprodução BBC.

A mãe diz que o seu instinto maternal lhe diz para doar para os dois, apesar de apenas poder doar um. Sarah também explicou que os médicos não a pressionam em sua escolha, mas que, como mãe, ela vive um grande dilema. A situação da família levou o casal submeter o filho mais novo, Casper, de 12 anos, a exames, para identificar se ele também possui a doença.

Ouvido pelo portal de notícias, o professor John Sayer, especialista em rins do Hospital Freeman de Newcastle, que está tratando Noah, afirmou que a nefronoftise afeta cerca de uma em cada 100 mil pessoas e que faltam doadores para o tanto de pacientes que precisam de transplantes, o que explica o dilema. Ele ainda acrescentou que existem pacientes que esperam cerca de três anos por um órgão compatível.


A situação de Sarah e da família tem repercutido mundo afora, e ela tem recebido muitas demonstrações de apoio e carinho, conforme mostrou um artigo da BBC.

4meus dois filhos precisam de rins mas eu so posso doar um o drama de uma mae da Inglaterra

Direitos autorais: arquivo pessoal/reprodução BBC.

A publicação fala que a mãe tem recebido inúmeras ofertas de fundos e doação de órgãos. Além disso, a família tem sido contatada através de ligação por muitas pessoas, que oferecem mensagens de apoio e até mesmo dinheiro para ser investido em pesquisas direcionadas à doença de Ariel e Noah.

Sarah disse que é significativo muito para ela saber que a história de sua família tem contribuído para conscientização sobre a seriedade da doença renal e da necessidade de doadores de órgãos e pesquisas que salvem vidas.


A expectativa é que Ariel e Noah recebam os transplantes o quanto antes e que se recuperem bem, independentemente de quem forem seus doadores.

Que situação complicada. Como você agiria nessa situação?

Comente abaixo e compartilhe o texto em suas redes sociais!


Médico alerta: “Enquanto você posta foto na praia, na balada ou no bar, estamos vendo a segunda onda vir”

Artigo Anterior

Pai acompanha filha em encontro do Tinder. Ele a protegeu sem incomodá-la!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.