Meus sentimentos vão mudar com o despertar?

Na medida em que vamos trabalhando no nosso despertar e nos aprimorando, nossos sentimentos mudam? Vencemos a raiva, o medo, a ansiedade?

Quais são os fatores que determinam esta mudança?

Recebi esta interessante pergunta:

“Já fiz muitas leituras de outros autores também sobre o assunto espiritualidade e elevação, considero que já estou nesse caminho a mais de 10 anos. Esse ano enveredei mais para o caminho do yoga, pratico todos os dias meditação japa, ásanas, estudos, hoje me sinto uma yogini. O que me perturba é que não sinto mudanças nos meus sentimentos, minha vida melhorou, meu conhecimento aumentou bastante, mas a sensação que tenho é que meus sentimentos continuam os mesmos, não consigo me sentir unificada ao todo como gostaria, sinto ansiedade e irritação como sempre, e isso me deixa muito frustrada. Você pode nos dar orientações mais específicas sobre essa não transformação dos sentimentos?”

A transformação é um pouco lenta mesmo. Temos que ter muita paciência.

Um grande santo de nossa linhagem, da Idade Média, Srila Rupa Goswami, listou “paciência” entre seis principais qualidades necessárias para trilhar a vida espiritual. Interessantemente, ele lista “confiança no sucesso” como outra das seis qualidades.

Eu costumo comparar nossa mente com uma casa. Imagine uma casa abandonada há anos. Vidros quebrados, estranhos entrando lá para se drogar e usar como banheiro, animais, sujeira para todo lado e lixo se acumulando. Um caos. Aí você começa a limpar. Assume comando do lar. Determinado em colocar tudo em ordem, você começa a limpeza. Mas mesmo depois de muito esforço, a casa não vai estar em estado de novo. De repente você conseguiu tirar o lixo de um cômodo, ou dois. Mas nem teve coragem de entrar no banheiro ainda. Ainda não conseguiu tirar as manchas do piso. E assim vai.

Ou seja, a limpeza está ocorrendo, mas ainda tem muita sujeira. Nossa mente, ou se quiser ser mais poético, nosso coração, é assim.

Vamos adestrando nossa mente e limpando nosso coração, mas tem muita sujeira no inconsciente. Então realmente demora para limpar. Você terá que ser esforçar muito, ininterruptamente e por longo tempo para galgar ganhos e avanços profundos.

Alguns ganhos são imediatos. Sempre que trazer sua mente para o aqui e agora, vai se sentir bem. Se você retirar o consumo de animais de sua dieta, vai dar um aumento de bem-estar quase que imediato. Se começar a cuidar de seu corpo, exercitando e dormindo bem, vai ter efeitos concretos e rápidos.

Outros ganhos demoram um pouco mais. Por exemplo, aprender a dominar seu dragão interno, ou seja, a tomada de seu cérebro pelo cérebro animal, naquele processo que chamo de Dragão e Anjo. Conheça mais sobre isso. Requer um adestramento da mente mais gradual.

E tem outros que demoram ainda mais, como os efeitos de meditar para viver com uma mente mais apaziguada e focada, o desenvolvimento de um estágio maduro e avançado de bhakti, devoção, e o cultivo de um estado rico de sabedoria transcendental.

Temos que ficar cientes de que também carregamos certos erros quase que inevitáveis nessa encarnação. Aspectos emocionais e tendências de nossa personalidade que são provações, a cruz que temos que carregar nessa vida. Por exemplo, uma pessoa pode ser muito introvertida e tímida, outra luxuriosa e gananciosa, ou muito assertiva, etc.

Essas tendências não desaparecem com o progresso, senão que são apenas domadas até certo ponto.

Nestes dois vídeos eu falo mais sobre isso: 

e


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF / petrunina



Deixe seu comentário