Pessoas inspiradoras

Ministros e deputados búlgaros renunciam ao seus salários até o final da emergência

Um belo exemplo de que boas decisões podem salvar milhares de pessoas.



Os parlamentares e ministros búlgaros doarão seus salários ao sistema público de saúde enquanto as medidas de contenção devido à pandemia de Covid-19 permanecerem em vigor.

Ao decidir estender o estado de emergência, até 13 de maio, os parlamentares, mostrando apoio, aceitaram por unanimidade uma proposta do partido do governo conservador, Gerb: abandonar completamente seu salário a partir do dia 1º de abril e até o final da emergência nacional da epidemia de Covid-19.

A decisão de não receber o salário foi apoiada por 170 deputados, a votação ocorreu na segunda-feira após 11 horas de debate.


Isso também se aplica a membros do governo e seus gabinetes políticos, bem como a chefes de agências governamentais. A doação dos deputados será de aproximadamente 740 mil euros (4.132.722,29 milhões de reais).

Além disso, espera-se um aumento significativo do desemprego, em até 6,2%, devido aos 42.000 novos desempregados registrados desde o início da nova crise de coronavírus.

Com 549 casos confirmados e 22 mortes por Covid-19, a Bulgária mantém um certo controle sobre a pandemia. 

No entanto, o país mais pobre da União Europeia adotou medidas severas de contenção para permitir que seu sistema de saúde lide com a epidemia desde meados de março.


A Bulgária mostrando o poder de boas decisões e consciência de seus representantes!

Se você gostou da notícia, compartilhe-a em suas redes sociais.

 

Direitos autorais da imagem de capa: divulgação.


Dono de 18 edifícios perdoa os aluguéis de mais de 200 inquilinos para ajudá-los durante a crise

Artigo Anterior

Amadurecer é saber que suas atitudes antigas te ajudaram a se tornar alguém melhor

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.