ColunistasLei da Atração

Misticismo criado em torno da lei da atração

Lei da Atração não é religião; não é ocultismo; não é poder anormal da mente; não são espiritos do além; não tem relação com demônio; não é bruxaria e também não se relaciona a atração sexual.



No livro “A Ciência de Ficar Rico”, de Wallace Wattles, tudo isso é muito bem explicado. Uma sugestão de leitura, caso alguém tenha interesse em aprofundar neste assunto.

Vejo que ainda há uma distorção do significado da Lei da Atração para muitas pessoas. Um misticismo, criado sem conhecimento de causa.

A Lei da Atração é uma lei universal, assim como a Lei da Gravidade.


Quando aprendemos a usar a Lei da Gravidade, entendemos que não se pode jogar uma maça para cima, porque ela poderá cair na sua cabeça; ou quando seguramos um copo d`água, não iremos soltá-lo porque sabemos que irá cair no chão e quebrá-lo.

law-of-attraction-1

Assim como aprendemos a usar a Lei da Gravidade, também podemos aprender a usar a Lei da Atração a nosso favor.

A Lei da Atração nada mais é do que uma ciência da física. Esqueça todo misticismo. Não se prenda a isso.


Uma lei não se contesta, simplesmente acontece da forma que é, querendo ou não. Mesmo que você queira que a maça flutue no ar, ela irá cair. Isso é uma lei.

A diferença do uso prático da Lei da Atração, está no fato de não vermos nada de palpável de forma imediata assim como a Lei da Gravidade, mas ela existe e não tem como negar.

Entendendo o processo físico da Lei da Atração, podemos inevitavelmente direcioná-la ao nosso propósito. Para isso, devemos entender o que é energia e vibração.

No Universo, os movimentos dos corpos estão ligados à energia e vibração.


Entenda que tudo que é matéria, também é energia.

Toda energia tem uma frequência ou vibração.

LEIDAATRAÇÃOemisticismocapa

Na Lei da Atração semelhante atrai semelhante, diferentemente de um íma com polaridades opostas.


Para concluir, a Lei da Atração é muito mais real do que imaginamos, sem misticismos ou algo assim.

Há outras leis universais que poderemos abordar em um outro momento.

Agradeço de coração.

________


*Nem a autora nem o site responsabilizam por qualquer perda, danos ou reclamações decorrentes do uso, ou mau uso, das sugestões aqui contidas, pela não observância de orientações médicas ou por qualquer material usado em sites de terceiros na internet, das quais sejam cópias deste texto.

Intestino – o nosso segundo cérebro

Artigo Anterior

Quem manda aqui sou eu

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.