Moço, hoje a sua ex desabafou comigo



Moço, hoje eu estive com a sua ex. Ela está abatida, nem de longe lembra aquela mulher exuberante que você conheceu bem.

Meu coração ficou em pedaços ao vê-la daquele jeito, com o olhar perdido, despenteada e embaixo do edredom, naquele calor escaldante.

Conversamos muito pouco, ela chorava muito. Naqueles instantes em que estive com ela, passou um filme pela minha cabeça. Lembrei-me de tudo o que ela compartilhava comigo sobre o amor que vocês viveram. Na época, ela me mandou o print da primeira mensagem que vocês trocaram, ela era pura euforia e entusiasmo! Ela dizia que você era diferente de todos os homens que ela conhecia.

Ela parecia uma criança com o brinquedo tão desejado, sorria o tempo todo, especialmente com os olhos. Eu não me lembro de ter visto a minha amiga tão feliz antes. Ela, que dizia aos quatro cantos que já tinha se conformado em ser sozinha, estava ali, transbordando o amor e a intensidade que nunca conseguiu dar a ninguém.

Ela sempre enfatizava a sintonia que existia entre vocês. Dizia o quanto você era tranquilo e seguro, bem diferente dos outros, que sempre a censuravam por qualquer motivo. Ela dizia que você era um grande incentivador do trabalho que ela desenvolve, e que tudo entre vocês era leve, recíproco, intenso e verdadeiro. A minha amiga flutuava!

Ao longo da relação de vocês, eu percebi algumas mudanças nela. A partir de uma fase, ela já estava meio reticente, mencionou alguns desconfortos que surgiram. Lembro-me bem de uma grave crise envolvendo uma mulher casada, que você adicionou nas redes sociais. Ela já havia percebido algo estranho no vínculo de vocês, mas a mulher sumiu, e o assunto morreu.

Só que, tempos depois, ela descobriu que a mulher havia bloqueado o perfil dela, e que vocês mantinham longas conversas, inclusive por mensagens. Ela ficou arrasada, cobrou-lhe uma explicação e você simplesmente disse que aquela mulher era sua amiga, e que ela tinha que aceitar. Uma enorme deslealdade, na realidade. Afinal, que amizade é essa que não suporta ver o amigo namorando? Muito estranho, não acha?

Daí, não demorou e você começou a cobrar dela uma postura que você não tinha. Você passou a implicar com os amigos dela, amigos reais, de décadas de existência, não eram “contatinhos” de redes sociais, como no seu caso. Até mesmo com os parceiros profissionais dela você passou a criar resistência e a fantasiar paranoias.

Bem, as crises foram se intensificando, até ficarem insustentáveis. Mas, pelo que você espalha por aí, você não errou em nada com ela, né?

Se prestar atenção, vai perceber que tudo começou com a sua postura egoísta e hipócrita de cobrar o que você não oferece. Você não se colocou no lugar da minha amiga em nenhum momento, empatia zero.



Ela foi mudando, perdendo o entusiasmo… murchou. Ela é intensa, mas movida a sinceridade e confiança. E isso ela já não sentia como antes, na relação de vocês.

Ela ficou diferente e você ainda a culpava por isso, exigindo uma inteireza que ela não tinha condições de oferecer, por sua culpa.

Vocês terminaram, e eu sei que não foi por falta de amor. Sei o quanto está sangrando aí dentro. Percebo em você uma tremenda dificuldade em assumir suas falhas. É mais fácil enganar a si mesmo e sair por aí bancando o homem perfeito. Não sabe nada de humildade, aliás, para você, humildade é se humilhar. Você não compreende a grandeza de reconhecer os erros e pedir perdão. E isso vai lhe custar muito caro. Você vai conviver com essa saudade cortante, enquanto tiver lucidez.

Lógico que ela não é perfeita, mas ela nunca o enganou fingindo ser o que não era. Você a conheceu da forma como ela é, e mostrava-se encantado. Depois, quis moldá-la conforme o seu egoísmo. Sim, ela estava diferente com você, mas foi devido às crises de vocês. E você, ao invés de usar a sabedoria para reverter a situação, inventou de lhe fazer exigências, sem nenhuma moral para isso.

Eu duvido que você encontre uma mulher tão honesta e transparente como ela. Eu sinto muito, mas vi de perto esse relacionamento e percebi o quanto você pisou na bola.

Se quer um conselho: não cobre da sua próxima parceira aquilo que você não oferece, isso é hipocrisia e falta de caráter. As máscaras caem, a sua não será diferente.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF / gladkov






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.