Morador de rua convidado para assistir cerimônia entrega flor para recém-casados

O casamento de Melina Nucci e Adriano Silva, no interior de São Paulo, contou com um acontecimento inesperado, mas muito especial.

No dia da cerimônia, há pouco mais de 2 meses, logo antes de entrar na igreja, um morador de rua que estava por perto, perguntou a Melina se podia assistir ao casamento. Melina disse que sim, e então o convidou a se juntar aos demais convidados.

Depois da cerimônia, os recém-casados foram surpreendidos com um gesto muito puro e belo do morador de rua. Ele se ajoelhou e com muita humildade e um sorriso no rosto, ofereceu uma flor para o casal. Ainda disse que se sentia muito feliz, porque era a primeira vez que tinha tido a oportunidade de assistir a um casamento.

Melina se sentiu muito tocada com a situação e fez uma publicação em seu perfil no Facebook agradecendo ao homem desconhecido por seu gesto e se lamentando por não ter perguntado seu nome.

“Lembro que você disse, ao nos dar a mão na saída, que estava feliz pois nunca tinha assistido um casamento antes. Você deve ter pensado que lhe demos uma grande oportunidade, sem jamais imaginar que quem deu a grande oportunidade para nós dois foi você”, escreveu Melina.

Ela ainda continuou: “Entre tantos casamentos que acontecem todos os dias, foi no meu que você entrou, trazendo um significado imenso. Para alguém que trabalha com pessoas em situação de rua, só pude interpretar como um sinal de que minha caminhada é certa, de que estou onde devo estar. De que meu marido está no caminho certo, mexendo os pauzinhos para mudar as vidas certas”, afirma a Melina.

O encontro com o morador de rua foi muito significativo para ela porque é como se tivesse predestinado a acontecer, como se o universo tivesse aproximado os dois para que pudessem se ajudar mutuamente. Melina trabalha em uma ONG de acolhimento para a população de rua a 24 quilômetros de Vinhedo. Ela foi presenteada com a atitude linda do morador de rua e ela também pode fazer algo para lhe presentear através de seu trabalho.

A ONG em que Melina trabalha oferece alimentos, itens de higiene pessoal e também permite pernoite para os moradores de rua da cidade. Além disso, também ajuda essas pessoas a saírem das ruas, ajudando com oportunidade de emprego ou retorno à família, na cidade natal.

Melina não voltou a encontrar o homem, mas está à sua procura, para ajudá-lo através da ONG.

Essa é uma bela história, que fala sobre pureza e amor. Não importa quem somos ou onde vivemos, sempre podemos tornar as vidas das outras pessoas mais bonitas.

Se você gostou, deixe um comentário abaixo e compartilhe com seus amigos!



Direitos autorais da imagem de capa: Sodres Fotografia Artística



Deixe seu comentário