Pessoas inspiradoras

Morador de rua doa tudo que arrecada em moedas para outros moradores de rua, orfanatos e igrejas

22222

A aparência não é das melhores. Quem olha para ele logo quer manter distância. Barba grande, roupas sujas, um típico morador de rua. Mas quem poderia imaginar que por trás de um aspecto do qual muitos teriam nojo e medo está um coração imenso?



Passos lentos, um olhar profundo, que traz as marcas deixadas pela vida. A idade já é avançada, afinal, são 98 anos de existência. O vovô Dobri, como foi carinhosamente apelidado, mora nas ruas da aldeia Bailovo, localizada na Bulgária.

Todos os dias acorda bem cedinho e, como um típico andarilho, anda cerca de 10 quilômetros, até chegar à capital do país, Sofia. Com um copo nas mãos não hesita em começar sua trajetória de todos os dias, pedir esmolas às pessoas.

Uma moedinha aqui, outra ali, e logo começa a distribuir simpatia e sorrisos e beija a mão de todos que o ajudam. Mas quem pensa que todo o dinheiro arrecadado é para comprar um pedaço de pão ou uma peça de roupa está enganado.


mat1_1794

 

O vovô Dobri, guarda todo o dinheiro que recebe para ajudar outras pessoas que moram na rua. Que exemplo! O simpático senhor já doou cerca de R$ 80 mil para uma igreja em Sofia (a maior doação que a igreja já recebeu até hoje!) e também fez doações para orfanatos e pessoas mais pobres. Ele se sente muito feliz em poder ajudar os outros. E não fica com nada do que arrecada, vive apenas com 100 euros de sua aposentadoria.

De quem menos se esperava vem o amor. De alguém em quem menos se acredita vem a esperança. Ajudar o próximo sem pedir nada em troca.


 

1 2 Djado Dobri ot selo Bailovo

Cadeirante doa dinheiro de seu tratamento de células tronco para criança que não pode andar

Artigo Anterior

Aos 80, japonês com problemas cardíacos chega ao topo do everest

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.