Comportamento

“Moro com meu marido, meu ex, sua namorada e nossos 6 filhos. Não mudaria nada em nossa família”

Mesmo sendo uma família não tradicional, a mãe não se arrepende de nada. Ela conta feliz que não haveria maneira melhor de criar seus filhos!



Essa história é peculiar, mas nos mostra como o amor é capaz de unir as pessoas. Se não fosse por esse sentimento, a família de Katie não existiria.

Ela mora com seu marido, o ex, a namorada dele e seis filhos. A família, segundo ela, é “misturada” e todos se dão bem.

Ela publicou no Love What Matter como tudo se iniciou. Casou-se aos 20 anos com Stephen e, meses depois, tiveram o primeiro dos três filhos. Segundo ela, separaram-se por esquecer que eram marido e mulher. Viviam apenas em função dos filhos.


O casamento estava fadado ao fracasso, motivo de muitas brigas, culminando no divórcio. Katie diz que a parte mais difícil da separação foram os meses depois dela. O ódio e a culpa estavam cegando-os e as brigas continuavam. Em 2016, ela casou-se novamente, agora com Ben.

A partir daí, as famílias começaram a se misturar. Katie, com seus três filhos, e Ben, com um. Ainda assim, as coisas entre ela e o ex-marido não iam bem mas, por causa dos filhos, precisaram trabalhar a coparentalidade para se tornar os melhores pais para aquelas crianças.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

A experiência começou a dar certo quando Katie envolveu seu atual marido nas rotinas em que o ex também estava. A amizade de todos foi crescendo e ela passou a perceber que havia tomado a melhor decisão, pois seus filhos estavam felizes por viver num lar em que não havia mais brigas o tempo inteiro.


Todos estavam juntos, não havia mais separação nos feriados nem em outras datas comemorativas. Seu ex-marido sofreu um acidente gravíssimo de carro e Katie manteve-se firme, prestando todo o apoio a ele, junto com seus filhos.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Assim que recebeu alta, precisaria de acompanhamento, e tanto ela quanto Ben não hesitaram em levá-lo para a casa deles. Depois de um longo caminho de recuperação, Stephen já sabia que moraria para sempre com seus filhos, ex-mulher e o marido dela.

Katie diz que, por mais estranho que isso pareça, quando seu ex-marido apareceu com uma namorada, ela cogitou a possibilidade de a mulher morar junto, porque ela era bem presente na vida de todos. Seus filhos gostavam dela; Brandy era mãe de duas crianças. Não demorou muito e a grande família se reuniu para nunca mais se separar.


Agora Katie estava morando com seu marido, seu ex, a namorada dele e seis filhos! Ela conta que ganhou uma melhor amiga, com a chegada de Brandy e seus dois filhos, que ama como se fossem seus. Declara que isso foi extremamente benéfico para os próprios filhos, pois têm um sistema de suporte fantástico.

Direitos autorais: arquivo pessoal.

Os jantares da família são compostos por nove ou dez pessoas, quando o filho mais velho de Ben está em casa. Todos se divertem, não há celulares ou televisões para se distraírem!

Katie finaliza seu relato afirmando que, se alguém tivesse dito a ela que em menos de três anos estaria vivendo dessa forma, jamais acreditaria. Mas o amor tem o poder de transformar e ressignificar os momentos. Conclui afirmando que tudo o que faz é pelos filhos, e essa foi a melhor decisão que tomou, portanto, não mudaria nada!


Professor segura bebê de estudante durante aula para ela poder estudar

Artigo Anterior

Jovem sofre ofensas por não ter curvas no corpo: “Isso não me torna menos mulher”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.