Notícias

Motorista de aplicativo pula de carro após ser estuprada por passageiro

Foto: Reprodução
Motorista de aplicativo pula de carro após ser estuprada por passageiro

Uma motorista de aplicativo, de 41 anos, denuncia ter sido estuprada por um passageiro na noite da última sexta-feira, 24, no Distrito Federal.

Segundo divulgado pelo jornal DF 1ª Edição, o suspeito foi preso em flagrante após a vítima conseguir pular do veículo e gritar por socorro.

De acordo com o veículo, a corrida começou no Setor Central do Gama, por volta das 22h10. Segundo as investigações, o criminoso, de 20 anos, estava no final da rua com algumas pessoas em torno de uma fogueira. Em seguida, ele entrou no carro da vítima, sentou no banco de trás e disse que iria para o Riacho Fundo II.

Porém, conforme a polícia, no meio da corrida, o homem pulou para o banco da frente, colocou a mão na cintura fingindo estar com uma arma e anunciou o assalto. Fazendo várias ameaças, ele obrigou que a motorista dirigisse até um setor de chácaras isolado, próximo de São Sebastião. No local, mandou que a vítima tirasse a roupa e a estuprou.

Imagens de câmeras de monitoramento flagraram o momento em que a mulher joga o celular pela janela para chamar a atenção de quem estava na rua e logo em seguida pula e consegue sair do carro, correndo e pedindo por socorro.

Uma das testemunhas entrevistada pelo DF 1ª Edição afirma que escutou a mulher gritar e a viu correndo descalça, desesperada, em volta do carro. “Ela gritou: “socorro, alguém me ajuda, ele me roubou, me estuprou”.

Os moradores então cercaram o veículo para impedir que o criminoso fugisse do local e aguardaram a chegada da polícia. O homem foi preso em flagrante por roubo e estupro. Segundo a Polícia Civil, ele tinha passagem por uso de drogas e teve a prisão convertida em preventiva. O caso foi registrado na 27ª DP (Recanto das Emas).