Mude sua postura e assuma um estado emocional poderoso!

Um estado emocional imprime no nosso corpo uma postura, mas o contrário também é verdadeiro, ou seja, mudando a postura você muda seu estado emocional.

Um andar cabisbaixo, ombros caídos, são sinais de tristeza, desânimo, falta de energia, cansaço. Pelo aspecto físico da pessoa conseguimos perceber seu estado emocional, pois foi o estado emocional que imprimiu essa postura.

Mas, já pensou que o contrário pode acontecer? Que a mudança da postura, pode mudar o estado emocional?

Segundo a psicóloga social Amy Cuddy, em 2 minutos você consegue alterar a fisiologia do seu corpo. Num experimento feito com pessoas que participaram de uma entrevista de emprego, um dos grupos foi instruído a um pouco antes da entrevista, assumir uma linguagem corporal de poder. Ao final da entrevista, esse grupo teve um rendimento muito superior, comparado ao grupo que não recebeu nenhuma instrução específica.

Os estudos demonstram que as transformações causadas pela mudança na postura não são percebidas apenas pela mente. Foi provado que ao fazer essa mudança na postura por 2 minutos, há um aumento no nível da testosterona, hormônio da energia, bem como, queda no cortisol, hormônio do stress. Essa equação mais testosterona e menos cortisol é o estado ideal para melhorar a confiança, bem-estar e energia, para enfrentar situações que exigem mais segurança, mais iniciativa, mais coragem.

No nosso cotidiano estamos expostos a muitos desgastes emocionais como reclamações contínuas, pressão no trabalho, aumento da violência, insegurança pela situação econômica do país, entre muitos outros. Estamos vivendo cercados de maior negatividade no ambiente do que de paz, tranquilidade, harmonia, o que acaba afetando negativamente nosso sistema nervoso.

Você sabia que num rompante de tristeza, de raiva, ou num momento de ansiedade, de medo ou preocupação intensa você realmente faz muito mal ao seu organismo?

Mas, podemos reverter isso utilizando a mudança de postura, como aliada, como uma estratégia poderosa.

Pense bem nisso: quando temos um minuto de raiva em relação a algum acontecimento, a reação libera cortisol e noradrenalina. Essa reação causa um desequilíbrio em todo organismo. O organismo leva em torno de seis horas para se equilibrar de forma completa novamente. Pensa o estrago que nos fazemos diariamente no nosso organismo quando entramos na raiva! Pior quando persistimos na raiva durante horas…

Sempre comparo nosso cérebro a um jardim florido. Quando nascemos ele é repleto de flores! Dependendo de como reagimos às situações na nossa vida, pela nossa formação, pela nossa herança genética, por uma série de fatores, podemos dar maior poder ao medo, aos estados de preocupação, desânimo…

Se dermos mais espaço para as emoções negativas, as ervas daninhas vão aumentando, tomando conta. E aí começamos a sentir um enorme peso nas costas. A vida fica mais pesada, as vezes nos afastamos das pessoas devido ao nosso humor negativo, sarcasmo, ou por causa da nossa agressividade.

E como você pode ir revertendo isso?

Você pode fazer algumas posturas corporais, que quebram o padrão ruim em que você se encontra em determinado momento. Isso acontece porque a postura física imprime no nosso corpo uma mensagem para o cérebro mudar naquele momento a atitude, o padrão emocional.

Quando você precisa de coragem, de iniciativa, ou você precisa sentir seu poder, você pode adotar por dois minutos uma dessas posturas de poder:

Mulher Maravilha: mãos sobre a bacia, peito para fora, queixo levemente erguido. Pense no que quer superar e vá deixando ser tomada pela energia do eu posso, eu consigo, eu sou poderosa.


Super-homem: mãos fechadas, coloque as mãos fechadas na cintura, peito para fora, queixo levantado, corpo firme e pensamento de poder e superação.


Poderoso Chefão: sentado numa cadeira com os braços cruzados atrás da cabeça e as pernas em cima de uma mesa, ou em pé apenas com os braços cruzados por trás da cabeça.


Vitória: pule de alegria levantando os braços com o V de vitória.


Agora é só praticar e sentir-se cada vez mais poderoso, atribuindo valor e poder ao seu maior potencial, que pode estar escondido, mas que vale muito a pena desenterrá-lo.

Abraço carinhoso!

Isabel



Deixe seu comentário