Animais

Mulher adota cachorrinho com deformidades que era “o mais feio do abrigo”, ela viu sua beleza!

Capa Mulher adota cachorrinho com deformidades que era o mais feio do abrigo ela viu sua beleza
Comente!

Ela dedicou-se a dar a melhor vida que este cachorrinho poderia ter!

É triste pensar no quanto as aparências importam em momentos quando deveria valer mais uma conexão genuína que temos com o outro. Prender-nos a padrões estéticos pode nos impedir de viver experiências incríveis, com pessoas diferentes e em lugares jamais imaginados. Se deixarmos o peso das aparências de lado, podemos até conhecer outras facetas sobre nós mesmos, uma vez que não precisaremos atender às expectativas estéticas dos outros.

Um caso em que as aparências foram derrotadas e deram espaço para um lindo amor florescer foi o que ocorreu com Gabi Gutierrez e o cãozinho Walter: ela o resgatou em um abrigo, depois de longa estadia lá por ser considerado “feio demais”, e deu uma vida cheia de carinho para o cachorrinho.

A história de Gabi e Walter começa de forma inusitada. A mulher contou ao canal do YouTube GeoBeats Animal que foi ao abrigo naquele dia, em 2014, para pegar outro cão que havia sido resgatado. Lá os funcionários lhe apresentaram Walter, um cachorrinho com deformidades: o cachorro tinha dentes projetados para a frente e pernas com um formato inusitado para um animal de seu porte, o que tornava o seu caminhar uma atividade difícil.

Gabi se lembra de lhe perguntarem se ela queria ficar com Walter, e ela rapidamente respondeu que sim e o levou para casa.

2Mulher adota cachorrinho com deformidades que era o mais feio do abrigo ela viu sua beleza

Direitos autorais: Reprodução.

Ela descobriu que seu mais novo mascote tinha uma doença genética rara chamada mucopolissacodose, também conhecida como MPS tipo 6. É uma doença de armazenamento lisossomal.

Ela ocorre quando há ausência ou mau funcionamento de determinada enzima usada para quebrar longas cadeias de açúcar. É um distúrbio de armazenamento raro e progressivo que causa baixa estatura nos cachorros, anormalidades musculares e ósseas, língua e órgãos aumentados, aparência única e muitos problemas de saúde, bem como uma expectativa de vida reduzida. Esse distúrbio geralmente é causado quando seus pais são portadores do defeito genético. A doença muda constantemente o corpo dos cães.

A doença ainda é tão desconhecida, que mesmo os veterinários que Gabi procurou não sabiam explicá-la. Uma das principais características é ser uma condição terminal; os cachorros atingidos por ela costumam viver de seis meses a dois anos.

Foi um aprendizado para Gabi, que descobriu sozinha como deixar Walter o mais confortável que conseguisse e ter uma experiência de vida o mais normal possível. Por meio de exercícios físicos em uma piscina infantil, ele conseguiu andar melhor. Ele adorava brincar e ganhar carinho, e trouxe um sorriso que tocou o coração de Gabi todos os dias.

Infelizmente, Walter faleceu em 2016, depois de dois belos anos de felicidade e cuidado com sua dona.

Não muito tempo depois, Gabi descobriu outro cachorro com o mesmo distúrbio — uma de suas seguidoras nas redes sociais disse a ela que havia um cachorro em um abrigo prestes a ser sacrificado e que tinha as mesmas características de Walter. Gabi adotou esse cachorrinho, que tinha as mesmas deformidades, mas sem problemas para andar e correr. O pequeno Winslow se tornou parte da família muito rapidamente.

3Mulher adota cachorrinho com deformidades que era o mais feio do abrigo ela viu sua beleza

Direitos autorais: Reprodução.

Depois de três anos de amor, o pequeno Winslow cruzou a ponte para se juntar ao irmão mais velho, que ele nunca conheceu. Juntos eles se tornaram anjos no céu de Gabi.

Então veio Benjamin, um cachorrinho adorável, vítima da mesma condição de Walter e Winslow.  Suas anormalidades o impedem de andar, mas Gabi afirma que o cão é feliz mesmo com a pouca mobilidade que tem.

4 Mulher adota cachorrinho com deformidades que era o mais feio do abrigo ela viu sua beleza

Direitos autorais: Reprodução

Com Benjamin, a rotina de Gabi é muito parecida com a dos outros dois companheiros de quatro patas: ela segue devotada aos cuidados com a saúde do cão, garantindo que ele tenha a melhor vida possível.

Gabi diz que não sabe exatamente qual o motivo de cachorros com a mesma doença cruzarem o seu caminho, mas acredita que esta seja a sua vocação: cuidar dos animais e trazer mais consciência sobre a doença que já levou dois de seus amigos queridos.

Comente!

Semelhança de MC Hariel com Anne Frank viraliza nas redes: “Hanne Funk”

Artigo Anterior

Conheça seu pior lado! A primeira imagem que você viu revela o nível da sua perversidade

Próximo artigo