Notícias

Mulher descobre que já saiu com o “Golpista do Tinder” e relata encontro

Mulher descobre que ja saiu com o Golpista do Tinder e relata encontro

A argentina Valeria Calpanchay diz ter descoberto que já teve um encontro com Simon Leviev, o famoso “golpista do Tinder”, depois de assistir o documentário homônimo, disponível na Netflix.

Valéria, que vive na Alemanha, é uma das poucas mulheres que não foi enganada por Leviev, tendo conseguido escapar dos empréstimos milionários de dinheiro que ele pedia às vítimas.

“Eu tinha uma conta no Tinder na época, então vi esse cara chamado ‘Simon’, que parecia bonito e viajava muito. Eu também adoro viajar, já estive em muitos países, então pensei que seria um prazer conhecê-lo. Fiquei curiosa”, disse ela em entrevista ao jornal “Mirror”.

“Nosso [primeiro] encontro foi muito espontâneo e aconteceu um dia depois de darmos ‘match’. Acho que ele mandou uma mensagem de áudio para marcar comigo”, prosseguiu Valeria, explicando que imediatamente depois de verificar que a curtida foi recíproca, o criminoso já pediu o WhatsApp dela.

Valéria conta que poucas conversas já foram o suficientes para deixá-la desconfiada. “Meu primeiro pensamento foi ‘milionários não ficam gastando dinheiro no Tinder… porque eles não precisam’. Então eu estava curiosa para ver como ele realmente era. Quem fala de dinheiro na frente de um estranho? Também era estranho porque ele ficava falando de outras garotas, dizendo que elas sempre lhe mandavam fotos, ele até me mostrou algumas. Eu não confiaria em alguém que mostra fotos privadas de outras garotas”, continou.

A argentina revelou ainda que Simon recebeu muitas ligações ao longo do encontro e só falava de si mesmo.

Após a experiência, Valéria não quis mais sair com Simon e recusou um convite dele para um segundo date. “Já era muito tarde e eu estava de pijama, então é claro que não estava com vontade de ir. Conversamos um pouco pelo WhatsApp, mas eu realmente não estava com vontade de ir. Estou chocada que tantas mulheres acreditem nele, mas minha teoria é que ele tinha muitos encontros do Tinder em um dia e escolhia cuidadosamente suas vítimas, porque nem todas vão se apaixonar por ele. Ele era um profissional”, finalizou.

0 %