Animais

Mulher dirige mais de 10 horas para adotar gatinha cega que tinha sido abandonada!

Assim que Bryanna viu as fotos de Lime nas redes sociais, sabia que aquela gatinha cega era a escolhida. Ela conta que “foi paixão à primeira vista”.



A adoção de animais abandonados é um processo extremamente complexo, em que muitos cães e gatos não conseguem ganhar um lar por conta de certas características físicas.

Qualquer tipo de deficiência, a idade e até o sexo do animal contam nessa hora, sendo mais fácil ele se tornar um “inadotável” do que ter a chance de ganhar um lar.

Não são poucos os casos em que as pessoas deixam de adotar um pet porque ele tem uma deficiência, e isso faz com que fiquem abandonados uma vida inteira em abrigos, sem nunca conhecer verdadeiramente o que é ter uma família. Felizmente, existem outras que sabem muito bem a importância de lançar um olhar mais atento aos animais que nunca vão conseguir sair das casas de acolhimento.


Bryanna Rosario sabe muito bem o que é ter um animal deficiente e tem consciência do impacto disso na vida deles e das pessoas que conhecem aquela realidade. Quanto mais animais deficientes forem adotados, mais é preciso visibilizar essas famílias, assim outros indivíduos vão naturalizar esse tipo de relação.

A jovem já tinha tido um gatinho com a mesma pelagem e que também era cego, mas ele faleceu de doenças naturais, deixando um grande vazio no coração e na casa de Bryanna, uma perfeita amante e defensora dos animais. Navegando na internet, deparou-se com a foto de Lime, uma linda filhote de gatinha cega, que precisava de um lar.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lettyandlime.

Lime havia sido adotada ainda recém-nascida, com sua irmãzinha, e seus olhos ainda não tinham se desenvolvido corretamente, apresentando uma grave infecção.


Os veterinários informaram que as irmãs precisariam sobreviver às próximas 48 horas para ficar fora de perigo, já que a doença era grave e elas muito frágeis por conta da pouca idade. As gatinhas resistiram, mas Lime precisou ter seus olhinhos removidos, já que a infecção tomou conta deles.

Assim que soube que ela era uma candidata a adoção, Bryanna arrumou suas malas e se preparou para viajar por 10 horas só para levar aquela linda felina para fazer parte da sua família. A jovem conta em suas redes sociais que se emocionou ao conhecê-la e sabia que estava agindo corretamente.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lettyandlime.

Mesmo que não consiga enxergar, a visão não atrapalha nem um pouco a locomoção nem a interação de Lime com outros animais, ou mesmo com o ambiente que a cerca. Como perdeu a visão ainda muito nova, os outros sentidos foram se desenvolvendo melhor e ficaram extremamente aguçados.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@lettyandlime.

Bryanna, como uma típica cuidadora de animais, tinha dois gatos mais velhos e dois cachorros, mas a adaptação não foi nem um pouco difícil e, em pouquíssimo tempo, Lime e Letty, um dos cães, tornaram-se inseparáveis. A adoção foi um sucesso e a gatinha conseguiu ganhar um lar cheio de amor e amizades.

Estes 4 signos são os mais generosos. Eles não medem esforços para ajudar!

Artigo Anterior

Avô cria rifa de Fusca considerado relíquia para ajudar neta a fazer faculdade de Medicina

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.