Notícias

Mulher é agredida, mantida em cárcere por 9 horas e tem dois dentes quebrados

Sem Titulo 1 45

O caso aconteceu em Piracicaba (SP). Entenda.

No último dia 23 de maio, uma mulher foi mantida em cárcere privado por nove horas, agredida e ameaçada por seu companheiro em na cidade paulista de Piracicaba, segundo informações.

A situação foi descoberta após uma denúncia ter sido feita à Guarda Municipal da cidade. Ao chegar até o local, a corporação que atendeu a ocorrência viu, através de um buraco na parede, que o homem estava ameaçando a mulher com uma faca, impedindo que ela deixasse o imóvel. A vítima também teve o cabelo cortado, dois dentes quebrados e foi ameaçada de morte no momento em que o homem estava sendo detido.

Ao testemunhar a situação, os guardas abordaram o homem. Logo depois, a mulher saiu da casa, e segundo os guardas, tinha vários hematomas pelo corpo e apresentava sangramento no nariz.

whatsapp image 2021 05 23 at 18.21.31 1

Direitos autorais: Divulgação/Guarda Municipal

Em conversa com a Guarda Municipal, a mulher contou que morava com ele há cerca de um mês e que, durante a madrugada do domingo, disse a ele que era “a mulher mais bonita daquela rua”.

A declaração da vítima teria sido o motivo que levou o homem a puxá-la para dentro da casa pelos cabelos para dentro da casa e espancá-la.

Um dos guardas contou que o homem a torturou, cortou seu cabelo, bateu em sua face e deu socos. Ela ainda teria sido obrigada a manter relações sexuais com ele após ser ameaçadas.

O homem confessou os crimes e relatou que teria certeza de que seria preso, mas que ao saísse, iria matar a companheira. Ele já tinha passagens pela polícia por lesão corporal e outros crimes e foi preso por violência doméstica, lesão corporal de natureza grave e cárcere privado.

whatsapp image 2021 05 23 at 19.26.24

Direitos autorais: Divulgação/Guarda Municipal

Os crimes de estupro e tortura foram citados nos autos para serem apurados e, caso constatados, ele também poderá responder por eles na Justiça.

A vítima afirmou que esse era o terceiro episódio de agressão do homem, mas que não havia pedido ajuda antes porque tinha medo de suas ameaças de morte. Após a chegada da Guarda Municipal, ela foi levada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Cristina, tendo alta após atendimento.

Superlua Rosa, em 26 de abril, abrirá as portas para grandes ganhos futuros. É hora de manter o foco!

Artigo Anterior

Esqueleto de baleia gigante aparece em praia do litoral de SP e atrai visitantes

Próximo artigo