Notícias

Mulher é encontrada morta depois de entrar no mar para resgatar um cachorro; animal é resgatado vivo

capa site Mulher e encontrada morta apos entrar no mar para resgatar um cachorro animal e resgatado vivo

Paola, de 25 anos, morreu afogada no mar de São Conrado tentando salvar um cão que tinha caído nas pedras do local.

A quantidade de pessoas que se lançariam em ambientes desconhecidos para resgatar um animal em perigo é pequena. Sentir urgência em cuidar de cães, gatos ou outros animais domésticos faz parte apenas das pessoas com essa forte conexão com os bichos, que sentem empatia com eles e fazem questão de se colocar em seu lugar sempre que possível.

Teoricamente, todos reconhecem que toda vida é importante e que devemos valorizar, tratar bem e amar os animais, mas apenas alguns são capazes de praticar isso. Para Paola Pereira de Medeiros, de 25 anos, o amor pelos animais transcendia a normalidade, tanto que era capaz de encher suas redes sociais com fotos dos pequenos, os quais chamava de “filhos”.

A moradora do Vidigal, na cidade do Rio de Janeiro, afogou-se no mar de São Conrado, no dia 1º de fevereiro, tentando salvar seu cachorro que caiu nas pedras. Pouco antes do acidente, ela usou as redes sociais para postar vários vídeos com seus animais na região, o que chamou a atenção dos internautas.

Em uma das filmagens, Paola pede a um cachorro para sair da beirada do costão da Avenida Niemeyer, já que o mar estava visivelmente revolto naquele momento. Algum tempo depois, outro cachorro aparece descendo as pedras em direção ao mar, segundo reportagem do jornal Extra.

Um homem identificado apenas como Damião foi visto acompanhando Paola, e o comandante-geral dos Bombeiros, Leandro Monteiro, informou que ele ainda não foi encontrado nas buscas. O corpo da jovem foi encontrado e reconhecido pelo pai no mesmo dia, mas por falta de visibilidade, a equipe de buscas precisou encerrar os trabalhos.

Segundo relatos do comandante, os bombeiros passaram cerca de cinco horas procurando os corpos, mas apenas Paola foi achada. As testemunhas afirmam que ambos entraram no mar para resgatar um dos cachorros que estavam com a jovem e teria caído nas águas revoltas naquele momento. O acidente aconteceu próximo ao Hotel Vip’s, na Avenida Niemeyer. Moradores e transeuntes ainda explicam que, desde que amanheceu, o mar estava agitado, com ondas que surpreendiam qualquer um, principalmente por não serem comuns ali.

As pessoas ouvidas ainda afirmaram que ela pulou primeiro no mar para salvar o cachorro e que Damião ficou na beirada, tentando ajudá-la a voltar, mas acabou caindo em seguida. Os bombeiros vão retomar as buscas com a mesma aparelhagem do dia anterior: quatro motos aquáticas, três embarcações, um helicóptero e mais quatro mergulhadores. O comandante revela ainda que os militares foram chamados exatamente às 14h25 do dia 1º.

A ocorrência ainda dizia que duas pessoas tinham se afogado em frente ao Hotel Vip’s. O cachorro foi salvo e entregue a familiares de Paola; as filmagens dos bombeiros mostram o animal com as patas enfaixadas e completamente molhado. Damião foi descrito como um homem de cerca de 40 anos e que tinha sido visto passeando no local anteriormente, mas outros detalhes não foram fornecidos.

Paola sempre deixou claro aos seguidores, familiares e amigos que amava muito os animais, inclusive um dos destaques do seu perfil era apenas com fotos dos cachorros, seus “filhos”, como gostava de se referir a eles. Ainda se descrevia como pessoa que nutria muito amor pela família e gostava das “coisas boas da vida”.

Os oficiais não deram mais informações, assim como o sobrenome do homem que acompanhava Paola.

0 %