Pessoas inspiradoras

Mulher passa protetor solar em vendedora de picolé que trabalhava embaixo do sol forte

5 capa Mulher passa protetor solar em vendedora de picole que trabalhava embaixo do sol forte

Tratando a ambulante com o respeito que merece, Lethicia não apenas passou protetor solar na mulher, mas a enxergou verdadeiramente.



De todos os diagnósticos de câncer registrados no Brasil, cerca de 33% correspondem ao de pele. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), são registrados mais de 185 mil novos casos da doença por ano no país, mas os dados assustam, principalmente porque os pacientes demoram a receber o diagnóstico.

Sem saber ao certo quais as implicações do câncer de pele, muitas pessoas deixam de tomar as medidas de precaução e nem sequer sabem o que devem investigar ou quando procurar um médico. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), é preciso sempre ficar atento aos sinais que a pele pode dar, como qualquer mancha ou pinta suspeita normal.

Lesões na pele que têm aparência elevada e brilhante, avermelhada, translúcida, rósea, castanha ou multicolorida, com uma crosta no meio e que facilmente sangra; pintas pretas ou castanhas que mudam de cor, tamanho, textura, ficando completamente irregular e aumentando; manchas ou feridas que não cicatrizam, que provocam coceira, cascas ou irritações. Tudo isso pode ser sinal, e é sempre bom estar atento ao próprio corpo.


As melhores formas de evitar o câncer de pele incluem não exposição excessiva ao sol, especialmente das 10 às 16 horas, proteger a pele da radiação UV, usar óculos escuros, chapéus, protetores solares, aplicar protetor solar diariamente com fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo, reaplicando-o ao longo do dia. Observar a pele regularmente e consultar um dermatologista de sua confiança anualmente também são ótimas medidas.

Mas o que fazer quando o seu trabalho inclui ficar ao sol todos os dias nos horários menos recomendados? Especialistas diriam para reaplicar o protetor solar com FPS alto a cada duas horas, priorizando o uso de roupas de manga comprida, chapéus com abas longas e calças, evitando que partes do corpo fiquem expostas ao sol.

Sabemos que, para a maioria da população que trabalha sob o sol, essa não é a realidade, principalmente porque muitos nem sequer sabem dos riscos e das formas de prevenção do câncer de pele. Isso se tornou evidente quando a influenciadora e social media Lethicia Castro se deparou com uma vendedora de picolés, em Timóteo (Minas Gerais). Assim como qualquer cliente, ela se aproximou do carrinho da senhora e pediu o produto, acompanhada do marido, que saiu logo em seguida, mas sua próxima atitude surpreendeu.

5 2 Mulher passa protetor solar em vendedora de picole que trabalhava embaixo do sol forte

Direitos autorais: reprodução Instagram/@joaopaulouti.


5 3 Mulher passa protetor solar em vendedora de picole que trabalhava embaixo do sol forte

Direitos autorais: reprodução TikTok/@j0a0paul0x.

5 4 Mulher passa protetor solar em vendedora de picole que trabalhava embaixo do sol forte

Direitos autorais: reprodução TikTok/@j0a0paul0x.

Seu marido João Paulo Gonçalves compartilhou o vídeo do momento exato em que Lethicia decidiu passar protetor solar na senhora que vendia picolés. As câmeras de segurança do estabelecimento onde o homem entrou captaram a ação toda, em que a mulher provavelmente pediu para lhe passar o produto para que sua pele ficasse protegida daquele forte sol.

É possível ver Lethicia tirando o produto da bolsa e espalhando pelas costas, braços e pescoço da mulher que estava abaixada sobre seu carrinho. As duas espalham o protetor solar, e no vídeo, legendado pelo marido e compartilhado no TikTok, ele demonstra surpresa ao ver a atitude da esposa.


Além de prestar atenção na vendedora ambulante, Lethicia enxergou seus problemas e sabia como minimamente ajudar, oferecendo aquilo que tinha naquele momento, o protetor solar.

Com mais de 470 mil visualizações, muitos usuários parabenizaram a influencer pela atitude, reconhecendo que seu olhar foi muito sensível e protetor, zelando pelo bem-estar e pela saúde de uma pessoa que nem sequer conhecia, demonstrando conhecimento sobre cidadania e senso de comunidade. Pode parecer uma pequena atitude, mas representa muito quando as pessoas precisam de ajuda. Que mais cidadãos possam agir dessa forma.

Mulher adotou cão velhinho e descobriu que era seu cachorrinho de infância

Artigo Anterior

Mulher é abandonada por namorado durante assalto, perde o celular e continua comendo. Veja o vídeo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.