Notícias

Mulher se emociona ao sorrir novamente depois de perder os dentes em agressões do ex

21314213414

Annia perdeu vários dentes por conta das agressões do ex-marido, mas sentiu que o passado pôde ser superado assim que viu sua imagem com o novo sorriso no espelho.



A violência doméstica e familiar contra a mulher é a principal causa de feminicídios no Brasil, de acordo com o Ministério da Mulher, de Família e dos Direitos Humanos e, de acordo com a Lei Maria da Penha, de 7 de agosto de 2006, envolve a violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

As mulheres acabam presas no “ciclo da violência”, que é composta de três etapas: a tensão, que é quando começam as ameaças, as ofensas e os insultos; a agressão, quando o agressor parte para a violência física; e a lua de mel, quando o agressor tenta mostrar arrependimento pelos atos criminosos, prometendo mudar suas ações e tratando a vítima com mais respeito.

Esse ciclo se repete até o momento em que a mulher consegue sair dessa lógica, normalmente recebendo muito apoio de amigos e familiares, que podem ajudar a expandir suas perspectivas e abrir seus horizontes para outras possibilidades de vida onde não exista violência. Mesmo saindo, a quantidade de traumas que carregam não pode ser mensurada, principalmente porque mexem muito mais com o psicológico do que com o físico.

No caso de Annia Amélia Barbosa, além de emocionais, também eram físicos. Depois de sucessivas agressões do ex, ela acabou perdendo os dentes, e precisou passar dois anos de tratamento e procedimento ortodôntico para conseguir recuperar a autoestima que carregava antes de todo o trauma.


Segundo reportagem do G1, assim que sorriu a primeira vez com o novo sorriso, Annia conseguiu “deixar o passado de tristeza”, para abrir caminho ao “futuro de uma nova mulher”. Assim que ela se olhou no espelho, conseguiu reconhecer a própria força, se viu como vencedora, ao mesmo tempo em que percebeu que aquela mulher que havia sido soterrada no passado, estava de volta, olhando para a “porta de um futuro”.

Para Annia, conseguir separar um tempo para cuidar de si mesma foi a prova de amor próprio, e se sente muito satisfeita ao perceber que muitas pessoas ao seu lado também estão felizes com sua vitória. Ela ainda conta que os filhos acompanharam todo o processo, também ficando emocionados com o resultado final do tratamento.

Mulher se emociona

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @drajulianafoscaches

A paciente conta que chegou ao consultório da Dra. Juliana Foscaches cheia de vergonha, muito retraída, por acreditar que ela tinha se colocado naquela situação. Mas a médica fez questão de respeitá-la, ajudando-a em cada conquista, em cada grande passou ou cirurgia dolorosa que precisava passar. Antes ela tinha vergonha de sorrir, mas agora conta que dá risada até quando não quer.


Violência contra a mulher:


Se você presenciar um episódio de violência contra a mulher ou for vítima de um deles, denuncie o quanto antes através do número 180, que está disponível todos os dias, em qualquer horário, seja através de ligação ou dos aplicativos WhatsApp e Telegram.


Tia afirma que bebê morta em ataque era conhecida na creche como “miss simpatia”

Artigo Anterior

Menina de 12 anos abre fogo em escola, fere 3 e é desarmada por professora

Próximo artigo