Mulher que salvou motorista de caminhão em acidente consegue tratamento contra tumor



Leiliane da Silva ficou conhecida recentemente, mais especificamente no dia 11 de fevereiro de 2019, por uma grande atitude que a tornou a nova heroína do país: ela ajudou no salvamento do motorista do caminhão que foi atingido pelo helicóptero pilotado por Ronaldo Quattrucci no acidente que matou o piloto e também o jornalista Ricardo Boechat.

Ela estava em uma moto com o marido perto do caminhão, e assim que a colisão aconteceu, correu em direção ao local para prestar socorro. As imagens que mostram Leiliane pendurada no caminhão viralizaram na internet, especialmente porque o local estava cheio de pessoas, mas ela foi a única que fez algo para ajudar, todos os outros estavam apenas registrando o acidente com seus celulares.

Leilaine deu um grande exemplo de atitude e humanidade, conceitos que precisam ser incentivados no coração de muitos brasileiros!

Sua atitude impressionou e emocionou muita gente e toda a repercussão dessa história foi fundamental para ajudá-la a conquistar um grande objetivo.

A mulher de 28 anos e mãe de 3 filhos foi diagnosticada com tumor cerebral em novembro de 2018. A Malformação Arteriovenosa, também conhecida como MAV, é uma doença que acontece quando artérias e veias se comunicam diretamente, sem a presença das capilares, que são essenciais para amortecer esse contato. A MAV pode causar o rompimento das veias e atingir o sistema nervoso central.

Leilaine busca tratamento pelo SUS desde quando foi diagnosticada, mas sem sucesso, sempre acabava voltando para casa sem segurança em sua saúde. Ela teme até mesmo por sua vida, não poder ver os filhos crescerem. No entanto, tudo mudou depois que essa notícia foi divulgada.

Muitas pessoas manifestaram o desejo de ajudar Leilaine a conseguir o tratamento e procuraram o jornal Balanço Geral, que divulgou o caso amplamente.

Uma dessas pessoas foi a Monique, que tem a mesma condição de Leilaine e é dona de uma ONG que ajuda pessoas que vivem com MAV.

Ela se dispôs a oferecer tudo o que tiver ao seu alcance para que Leilaine receba o tratamento adequado e até mesmo a cirurgia, caso seja necessário.

A ONG de Monique já conta com 48 pessoas curadas da condição, um número muito alto!

O Balanço Geral promoveu um encontro realmente emocionante entre as duas. Quando Leilaine recebe a notícia de que não está mais desamparada, é tomada pelas lágrimas e pelo sentimento de gratidão. Confira no vídeo abaixo!



Uma notícia maravilhosa e que prova que todo o bem que fazemos ao outro retorna para nós!

Muita gratidão à Monique e a todos os que fazem parte de sua ONG, pelo trabalho transformador que realizam!

Ficamos muito felizes por Leilaine e desejamos muita felicidade em sua vida!

Compartilhe essa boa notícia com seus amigos!


Direitos autorais da imagem de capa: Balanço Geral / Record TV






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.