Pessoas inspiradoras

Mulher que vendia milho na rua realiza o sonho de se tornar piloto de avião

capa Mulher que vendia milho na rua realiza o sonho de se tornar piloto de aviao

Mesmo com poucas mulheres na profissão, ela nunca desistiu do seu sonho de se tornar piloto.

Ter sonhos é o que move o ser humano, é o que criam caminhos em nossa mente e nos faz entender o motivo pelo qual acordamos todos os dias. Sem um sonho em mente, a vida acaba passando da forma mais sem graça possível, pois as pessoas acabam vivendo como um “robô”, em completo automático, sem muitas expectativas. Essas pessoas apenas sobrevivem, não vivem de verdade.

Com um sonho claro em mente, nosso cérebro passa a criar caminhos para nos conduzir em direção a ele. Mas é preciso ter muita fé e força de vontade para conseguir realiza-los, e claro, nunca desistir! A história de Elsa Campodónico é uma dessas histórias inspiradoras, que nos fazem ter esperanças e acreditar que quem acredita, sempre alcança!

Elsa Campodónico desde muito jovem, decidiu que seguiria os seus sonhos e iria trabalhar naquilo que mais ama: Voar pelo mundo! Ela transformou todas as suas dificuldades em oportunidades, apostou e investiu com muito foco e vontade no que acreditava, e atualmente, ela está prestes a pilotar aviões comerciais, além de gerenciar tripulações pelo mundo.

De acordo com o site de notícias Milenio, a jovem que é formada em Engenharia Civil pela Universidade Autônoma do Estado do México, passou sua infância e juventude vendendo milho e decidiu começar sua “carreira nas nuvens” como comissária de bordo, porém, ela não conseguiu passar e foi rejeitada logo em sua primeira tentativa. Mas, se engana quem pensa que esse foi um motivo que a fez desistir. Nada disso! Elsa tinha um objetivo para alcançar e muita determinação, então, durante sua carreira universitária, a jovem resolveu refazer todos os exames necessários como uma nova tentativa para entrar no mundo da aviação. Já na segunda tentativa, ela conseguiu entrar para uma das companhias aéreas mais importantes do México, e logo começou a voar pelo país e pelo mundo.

Quando entrou na escola de aviação PRAAT, a jovem passou rapidamente da teoria para a prática, e segundo o Milenio, o primeiro desafio dela era vencer o medo de estar no comando da aeronave, porém a jovem se saiu muito bem, conseguiu controlar seus sentimentos e toda sua emoção e passou a voar.

2 Mulher que vendia milho na rua realiza o sonho de se tornar piloto de aviao

Direitos autorais: Reprodução

Para trabalhar em aviação é necessário realmente gostar, pois a rotina dessas pessoas é literalmente não ter uma rotina. É ter a noção de que todos os dias, você vai estar em um local diferente. E essa pode ser a parte mais difícil para algumas pessoas, pois podem acabar ficando longe da família e dos amigos por muito tempo, incluindo datas comemorativas. Segundo o Milenio, Elsa reforçou que para trabalhar com aviação, é preciso ter força de vontade e gosto por viajar.

Segundo o portal de notícias Milenio, foi há seis anos atrás, quando um colega de Elsa a desafiou a estudar para piloto comercial, mas a jovem não cogitou fazer. Na época, Elsa já tinha um emprego estável, mas sua verdadeira paixão por voar acabou falando mais alto. A jovem entrou de cabeça nessa aventura e se tornou uma das poucas mulheres que exercem essa profissão. De acordo com o Milenio, na empresa em que ela trabalha há 1.835 pilotos e desse número, apenas 100 são mulheres, ela revelou que quando começou a estudar eram apenas três mulheres, mas que atualmente, são mais de 20 que se preparam para pilotar na mesma escola. Ao ser questionada sobre o que a família pensa de sua profissão, a mulher respondeu que seu filho a admira muito e que ela sempre leva seus pais para viajar para outros países. Ela confessou que já sentiu vontade de parar, mas sua paixão é muito grande toda vez que seu avião decola.

0 %