Família

Mulher se casa com viúvo, adota enteada e celebra nova família: “Valeu a pena cada obstáculo”

Uma história cheia de amor e emoção, que mostra o poder de transformação da adoção!



A adoção é um ato que transforma não apenas a vida das crianças e jovens que ganham novos pais, mas a de toda a sua família. A história de Claudia Gardner é uma prova disso. Em um relato ao Love What Matters, a mulher contou sobre a construção amorosa da incrível família que tem hoje.

Claudia sempre desejou ser mãe, mas não imaginava que sua primeira experiência materna aconteceria como aconteceu. Ela se casou com seu namorado de infância e, por muito tempo, foi feliz com ele, mas acabaram se distanciando e decidindo se separar.

A quebra do vínculo fez com que se questionasse se tinha falhado e se algum dia se tornaria mãe. Seu segundo casamento também falhou, mas a vida tinha uma surpresa para ela.


Depois de algum tempo, conheceu Nigel em um site de namoro. A princípio, estava cética com essa maneira inusitada de encontrar um companheiro para a vida toda. Porém, depois do primeiro encontro com ele, sentiu que poderia ter encontrado uma pessoa realmente especial, e permitiu que a relação progredisse.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@get_your_sassy_back.

Nigel era viúvo e tinha uma filha chamada Jéssica, que era apenas um bebê, quando a mãe faleceu. Depois de algum tempo juntos, chegou o momento de Claudia conhecer a menina, e essa experiência foi completamente transformadora.


Ela disse que percebeu que a relação não era apenas sobre ela e Nigel, mas também sobre Jéssica, que disse ter “um grande vazio em sua vida”. Nesse dia, passearam à beira-mar e coletaram conchas na praia. Claudia disse que, nesse primeiro encontro, viu uma família pronta e soube que jamais os deixaria.

O começo da relação foi complicado, pois ela sentiu que estava vivendo a vida de outra pessoa, e se cobrava em ser tão boa quanto a ex-mulher de Nigel poderia ter sido.

Porém, esse sentimento foi passando, conforme Claudia percebeu que os três “precisavam e queriam o que o outro tinha a oferecer”. Segundo ela, todos queriam amar e ser amados.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@get_your_sassy_back.

O processo de adoção foi bastante complicado, apesar de Nigel ser o pai biológico. Além das questões jurídicas, ela também precisou enfrentar o comportamento dos parentes do marido e da enteada, que contestaram a adoção e tornaram tudo muito mais difícil.

Felizmente, as coisas deram certo e, depois de alguns anos, a adoção foi oficializada. Claudia disse que o sorriso de Jéssica nesse dia foi impagável e que “valeu a pena cada obstáculo que tiveram que enfrentar”.


Ela sabia que a adoção era o certo a se fazer e que, daquele dia em diante, o laço que a uniam à enteada eram “inquebráveis”. Depois de alguns anos, com fertilização in vitro, Claudia teve uma filha com Nigel, chamada Liberdade, que veio para trazer ainda mais amor e alegria para a família.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@get_your_sassy_back.

Muito feliz com sua vida, ela deu um poderoso conselho a todos nós: “Nunca, jamais desista de amar, pertencer e encontrar alegria.”


Que história incrível! O amor e a adoção mudaram o rumo da vida de Claudia e lhe permitiram encontrar muita felicidade e significado em seu caminho.

Que ela e sua família sejam muito felizes!

Compartilhe o texto nas redes sociais!


Mulher polemiza ao revelar que ama mais o cachorro do que o filho de 12 anos!

Artigo Anterior

Sem-teto, que pedia esmolas do lado de fora de churrascaria, ganha oportunidade e hoje trabalha nela!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.