Comportamento

Mulher teve 60% do corpo queimado por gasolina usada pela mãe para matar piolhos na infância

capamulher teve 60 do corpo queimado apos mae usar gasolina para tratar piolhos na infancia

A mulher passou por um episódio traumático na infância, que mudou toda a sua vida. Entenda!



Os temidos piolhos são muito comuns na infância. Por mais que os pais cuidem dos cabelos das crianças, é praticamente garantido que encontrarão pelo menos um dos parasitas na cabeça dos filhos, e precisam tomar muito cuidado para que não se tornem uma infestação.

Quando as crianças ficam cheias de lêndeas e piolhos, cada família tem uma maneira de acabar com os parasitas, seja por meio de xampus, comprimidos, vinagre, entre outros.

Nem todas essas medidas são recomendadas, por conta da saúde das crianças, mas existem pais que vão ainda mais longe, causando um prejuízo irreparável nos filhos.


Charity Sutter, 21, sabe muito bem o que a irresponsabilidade por parte dos pais pode fazer. Em relato ao The Sun, a jovem, que é bastante ativa no TikTok, contou sobre algo terrível que lhe aconteceu por conta de uma infestação de piolhos na infância.

Quando ela tinha 4 anos, estava sofrendo com os parasitas, então sua mãe, numa tentativa de acabar de vez com eles, tirou gasolina do cortador de grama e aplicou na cabeça da criança e na da sua irmã.

2mulher teve 60 do corpo queimado apos mae usar gasolina para tratar piolhos na infancia

Direitos autorais: arquivo pessoal.

A ideia foi da avó de Charity, que havia dito que querosene era o melhor remédio contra os piolhos. Depois de cobrir a cabeça das filhas com a substância altamente inflamável, a mulher foi fazer o jantar.


Ela acendeu um cigarro e um pouco das cinzas caíram na cabeça de Charity, que rapidamente se incendiou. A menina teve queimaduras de terceiro grau em 60% do corpo, precisou de várias cirurgias e longo período de reabilitação, mas ainda hoje convive com as sequelas físicas do acidente.

3mulher teve 60 do corpo queimado apos mae usar gasolina para tratar piolhos na infancia

Direitos autorais: reprodução Facebook/Charity Sutter.

Na época, os Serviços de Proteção à Criança locais proibiram sua mãe, que ela afirma ser alcoólatra, de ficar com ela, e a menina foi colocada sob os cuidados do pai. Charity diz não entender como a mulher pensou que isso seria uma boa ideia.

Passando por diversos episódios de preconceito por causa de sua aparência, ela apenas conseguiu se aceitar depois de um acampamento que lhe permitiu grandes amizades. A jovem, que atualmente tem um namorado que sonha em ser bombeiro, está estudando para ser enfermeira e atuar no cuidado de queimados.


Charity afirma que nunca poderá perdoar sua mãe pelo que fez com ela, acrescentando que a mulher jamais se desculpou ou assumiu a responsabilidade por seus atos. Para as pessoas que possam estar vivendo a mesma situação, a jovem aconselhou a nunca desistir de seus sonhos e acreditar que merecem ser felizes.

Mulher se casa virgem e fala sobre a primeira relação nas redes: “Me entreguei ao único que merecia”

Artigo Anterior

Dona usou as próprias mãos e salvou a vida de cão atacado por cobra píton

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.