Mulheres – Que sejamos geradoras de vida, mesmo sem dar à luz!

Acredito que de maneira geral avançamos nos últimos tempos e agradeço muito as nossas irmãs do passado que se posicionaram e usaram as armas que tinham para que hoje a gente possa viver num mundo mais amoroso.

Talvez neste momento você me ache alienada em dizer isto, pois todos os dias morrem mulheres por machismo, nossos salários continuam menores e o número de violência doméstica é altíssimo, além de abusos diversos e etc. Eu como mulher tenho histórias tristes pra contar sim, e sei que você também tem.  E claro, existe uma batalha árdua pela frente e não podemos nos omitir.

Neste texto quero apenas relembrar a você através das palavras de Buda: “Jamais, em todo o mundo, o ódio acabou com o ódio; o que acaba com o ódio é o amor.”

Que nós como mulheres sábias possamos sintonizar nesta vibração, o amor. Não é à toa que temos maior facilidade em demonstrar afeto.

E ao contrário do que se acredita esta não é uma fragilidade e sim nossa maior força. Não permita que as desilusões anteriores, te conduzam para um lado oposto a isso. Use a sua essência que é amorosa, intuitiva e criativa ao seu favor.

Neste dia consagrado às mulheres, além de pedir por direitos e celebrar as vitórias, que tenhamos um verdadeiro encontro com o amor. Começando por nós mesmas, pelo nosso cabelo, barriga, unhas, braços, pés, mãos… Deixando ir a cada dia a partir de agora um pouco das amarras da sociedade que nos pedem pra ser de um jeito ou outro. E também amarmos as nossas irmãs, e mais que isto andarmos juntas. Nós não somos concorrentes! Apenas umas já aprenderam coisas que as outras ainda não, e por isso precisamos da ajuda uma da outra. Não de julgamentos ou rótulos, muito menos de rivalidade. Podemos sem dúvida construir um mundo mais harmônico começando dentro de nós e expandindo amor por onde for.

Na consciência de que o todo é indivisível, quando você se concentra em dar amor e alegria, todos nós somos beneficiados. Permita—se mulher a usar seus instintos femininos para trazer luz onde passar. A melhor contribuição que você pode dar ao mundo é se autoconhecer, e valorizar tudo de bom que há em você. E se quiser ir além, desperte o que há de melhor nas outras pessoas. Existe aí dentro de você a sabedoria que vai transformar o mundo. Comece se curando, se permitindo e seja uma geradora de vida <3

Eu sinto muito por todas as dores que causei a uma mulher.

Peço perdão por tantas vezes que feri a uma irmã Estou aprendendo a Amar a cada uma de vocês.

Sou grata por ter a cada uma no meu caminho.

Sinto Muito – Me Perdoe – Te amo – Sou Grata.

Com AMOR e Gratidão

Flávia Almeida



Deixe seu comentário