publicidade

Multimilionário doa metade de sua riqueza para salvar vidas de refugiados

Enxergar as pessoas ao nosso redor como iguais, merecedoras dos mesmos direitos e condições de vida é umas das capacidades que nos torna humanos. Sensibilizar-nos com o sofrimento do outro e fazer nossa parte para ajudar é uma das características estruturais dos seres humanos, somos feitos para viver em união, e nesse momento complicado em que estamos vivendo, atitudes de amor e cuidado com o próximo são fundamentais para nos lembrar dos valores que devemos conservar.



Um exemplo incrível e realmente inspirador de um empresário norte-americano está comovendo a internet nos últimos dias, e mostrando que estamos todos juntos, e que devemos sempre fazer o bem, não importa o quão ruins as coisas possam parecer.

Christopher Catrambone é um jovem multimilionário, dono de uma empresa que trabalha com inteligência e seguros em áreas de conflito, e vive uma vida boa, aproveitando tudo o que seu trabalho pode lhe oferecer.

No entanto, ele não escolhe fechar os olhos para a realidade do mundo, como muitos fazem. Pelo contrário, provou que tem consciência da situação em que vivemos e que está disposto a ajudar.

Um dia, ele estava fazendo um passeio de iate pelo mar Mediterrâneo com a esposa quando se deparou com uma situação única, que transformaria a vida de muitas pessoas. Christopher avistou um colete salva-vidas boiando e, curioso, perguntou ao motorista do iate o que era aquilo, foi quando viu muitos refugiados no mar, navegando incertos.

Ele foi realmente tocado por aquele momento e resolveu procurar mais informações sobre tudo o que estava acontecendo com aquelas pessoas. Tocado pela sua história e com um profundo desejo de ajudar, Christopher usou metade de suas riquezas para criar a MOAS (Migrant Offshore Aid Station), uma ONG que oferece resgate e cuidados aos refugiados, evitando que fiquem à deriva no mar, e acabam perdendo suas vidas.


Em entrevista ao Daily Mail, ele disse:

“Se você é contra salvar vidas no mar, então você é um intolerante e você não pertence à nossa comunidade. Se você permite que o seu vizinho morra no seu quintal, então você é responsável por sua morte”.

O projeto foi planejado com muita dedicação. Ele comprou um antigo navio da marinha norte-americana, barcos infláveis e drones. Os refugiados são abrigados do navio e recebem utensílios como coletes salva vidas, garrafas de água e barcos infláveis. Todos os refugiados resgatados são examinados por voluntários do Médicos Sem Fronteiras.


Após isso, os imigrantes são entregues para autoridades governamentais, que autorizam sua entrada no país. A iniciativa deu muito certo. Apenas nos primeiros meses de operação em 2014 eles conseguiram salvar cerca de 3 mil pessoas.

Christopher, a mulher e a filha são muito engajados no projeto e passam um bom tempo ajudando nos resgates.

O episódio no mar poderia ter sido apenas um incidente durante o seu percurso, mas foi o gatilho para a criação de um projeto que salva vidas e ajuda a devolver dignidade e esperança para milhares de refugiados que vivem incertos de seu amanhã.

“E você quer saber, se um dia eu ficar pobre e for parar na rua, que seja. Mas nós fizemos isso. E eu tenho orgulho disso. Não me arrependo de nada”, disse Christopher.

Uma atitude incrível, inspiradora e que nos incentiva a agir. Somos todos humanos, todos habitantes deste planeta, precisamos zelar pelo bem do outro.

Esperamos que essa mensagem tenha tocado o seu coração. Se você se interessar em conhecer mais sobre o projeto de Christopher e fazer uma doação, saiba melhor por aqui.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.