Notícias

Músicas do DJ Ivis saem da programação de rádios após agressões contra ex-mulher

Emissoras de rádio do Ceará estão anunciando a retirada das músicas do DJ Ivis da programação, após a divulgação dos vídeos onde ele aparece agredindo a ex-mulher, Pamella Holanda, em Fortaleza. O caso foi revelado pela vítima neste domingo (11).



Vídeos gravados por câmeras de segurança interna mostram DJ Ivis agredindo a ex-mulher na frente da filha de nove meses, da mãe de Pamella Holanda e de outro homem.

A FM 93, do Sistema Verdes Mares de Comunicação — afiliado do Grupo Globo no Ceará — publicou que é contra todo tipo de violência contra a mulher, seja física, verbal ou psicológica, e não compactua com esse tipo de comportamento.

“Desta forma, em virtude da agressão cometida pelo DJ Ivis contra a esposa Pamella Holanda, nós não iremos mais reproduzir nenhuma música dele em nossa programação. Esperamos que justiça seja feita por esta mulher, a filha dela e por todas as que sofrem violência doméstica”, afirmou a emissora em nota.


As rádios do Grupo Cidade de Comunicação, como Rádio Cidade, Jovem Pan Fortaleza e FM 89 também emitiram posicionamento contra DJ Ivis. “Informamos que, devido aos atos de violência cometidos pelo cantor e compositor DJ Ivis contra a ex-companheira Pamella Holanda, nós do Grupo Cidade de Comunicação retiramos os hits do artista da programação musical de nossas rádios”, publicaram em nota.

A Rádio FM 91.1, da cidade de Tauá, do Sistema Sinal de Comunicação, também manifestou o repúdio. “Ocorre que não se justifica a violência e a Sinal, em hipótese alguma, compactuará com esse tipo de atitude, portanto a partir de hoje tira da programação musical da Rádio Sinal todas as músicas do cantor em questão”, disse a emissora.

O posicionamento contrário também foi divulgado pela Rádio Plus FM, Grupo Cearasat de Comunicação.

A emissora “reafirma que não compactua, de forma alguma, com qualquer tipo de violência contra a mulher seja ela física, psicológica, sexual ou patrimonial”. “E é por isso que, em respeito a Pamella Holanda, assim como todas as mulheres vítimas de violência, a Rede Plus FM anuncia a retirada de todas as músicas que contam com a participação do agressor, DJ Ivis, da nossa programação”, informou.⠀


Como ocorreram agressões

Nas imagens divulgadas por Pamella Holanda, não é possível identificar os dias em que as agressões aconteceram. A vítima compartilhou as imagens em rede social neste domingo (11).

Uma das pessoas que presenciam as agressões é um homem chamado Charles, que, de acordo com Ivis, foi trazido da Paraíba para Fortaleza para ajudar o artista. Ainda não há confirmação se Charles é amigo ou apenas funcionário de DJ Ivis.

Veja perguntas e respostas sobre o caso:


1. O que mostram os vídeos em que Dj Ivis aparece agredindo a ex-mulher?

Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, aparece nas imagens dando puxões de cabelo, chutes e socos na ex-mulher Pamella Holanda. Ele sobe ao sofá e a agride de forma contínua e na presença de um outro homem.

Imagens também mostram agressões do DJ contra ela sendo feitas na frente da filha de nove meses e da mãe de Pamella, que ajudava a cuidar da criança.

2. Quando ocorreram as agressões?


A violência contra Pamella Holanda ocorreu em, pelo menos, dois períodos distintos. A mais recente ocorreu no dia 1º de julho, a qual deu subsídios para a apresentação de boletim de ocorrência da mulher contra o DJ em 3 de julho.

Os vídeos divulgados na internet neste domingo (11) são anteriores às agressões de julho, segundo a advogada da influencer, Pris. Ainda não há confirmação sobre quando eles ocorreram exatamente.

A Justiça determinou medida protetivas em favor da digital influencer em 4 de julho.

3. As agressões foram denunciadas à Polícia Civil?


Sim. As agressões foram denunciadas em julho deste ano, após Pamella Holanda ser agredida na cidade de Eusébio, na Grande Fortaleza. Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS), a mulher registrou ocorrência de lesão corporal no âmbito da violência doméstica no último dia 3. A secretaria não divulgou detalhes da investigação, como por exemplo, se o DJ ou testemunhas já prestaram depoimento, mas emitiu nota informando que um inquérito foi aberto e um BO registrado em 3 de julho.

4. Como os vídeos das agressões vieram à tona?

As imagens são de câmeras de circuito interno de segurança da residência em que ambos moravam. As filmagens foram publicadas pela própria Pamella Holanda em suas redes sociais na noite deste domingo (11). Além dos vídeos, a digital influencer também postou fotos de como o seu rosto teria ficado após as agressões.

5. O que diz Pamella Holanda sobre as agressões?


A arquiteta e digital influencer Pamella Holanda se manifestou pela primeira vez nesta segunda-feira (12), em redes sociais, após a divulgação dos vídeos em que é agredida pelo ex-marido.

“Eu me calei por muito tempo! Eu sofria com minha filha, sem apoio até dos que diziam estar ali pra ajudar, que eram coniventes e presenciavam tudo calados sem interferir com a desculpa que eu tinha que aguentar calada porque era o ‘jeito dele’, era esse o ‘temperamento dele’ e que se eu quisesse viver com ele, teria que me sujeitar e ser submissa. Não se calem!!! Não se calem jamais!!! Eu não vou me calar!”, escreveu no Instagram.

Ela agradeceu o apoio e disse que está bem junto da filha de 9 meses.

6. O que diz Dj Ivis sobre o caso?


Após a divulgação dos vídeos, ele se pronunciou por meio de nota e nas redes sociais. No comunicado, o artista foca no término com Pamella e não menciona as agressões. “Infelizmente não temos vivido uma relação saudável há algum tempo e já faz uma semana que estamos separados de fato”, disse.

Já em uma série de vídeos publicados numa rede social, o artista falou do relacionamento conturbado, confirmou as agressões e disse que vinha sendo ameaçado. Contudo, não dá detalhes sobre o teor das ameaças, nem os motivos.

O advogado do DJ pediu à Justiça que Pamella fosse proibida de comentar sobre o assunto com a imprensa, “principalmente onde citem a filha menor”. A juíza Maria José Sousa Rosado de Alencar, que respondeu pelo Plantão Judiciário Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no domingo (11), negou o pedido realizado.

7. Por que Ivis não foi preso?


Segundo a Secretaria da Segurança, um inquérito policial para apurar as agressões foi instaurado. No entanto, não foi possível prender Ivis em flagrante, porque as agressões ocorreram no dia 1º de julho, e as denúncias feitas no dia 3. A detenção por flagrante delito ocorre em até 24 horas de um crime efetivado.

A Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor de Pamella, que foram concedidas no dia 4. Segundo a Secretaria da Segurança, o caso segue em investigação, e as filmagens ainda não tinham sido apresentadas.

8. Quem é Dj Ivis?

Iverson de Souza Araújo, conhecido como Dj Ivis, é paraibano e tem 29 anos de idade. O produtor fez sucesso após emplacar a música “Esquema Preferido” no topo das paradas de streaming do Brasil. Ele é um dos expoentes do gênero conhecido como pisadinha, uma vertente mais eletrônica do forró, que vem ganhando mais espaço no País.

O produtor se mudou para Fortaleza para tocar em bandas locais em 2012. Ele foi convidado a integrar a banda Aviões do Forró e aceitou o convite. Quando a banda terminou, em 2018, continuou fazendo a produção de Xand Avião e dos artistas da produtora Vybbe.

9. O que aconteceu com a carreira do produtor desde então?

A Vybbe, escritório comandado por Xand Avião e que gerencia a carreira de DJ Ivis, divulgou nota afirmando que afastou o artista de “todos os compromissos” após a divulgação dos vídeos. O próprio Xand publicou vídeo nas redes sociais afirmando que ele havia sido desligado da empresa.

“Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação”, afirmou o cantor, ao pontuar que “não tem como continuar com ele na nossa empresa”, continuou.

10. Quais artistas se pronunciaram sobre o caso?

Ex-mulher de DJ Ivis recebeu mensagens de apoio de Solange Almeida, Juliette, Taty Girl, Mayra Cardi, Giovanna Lancellotti, Ney Lima, Marília Mendonça, Wesley Safadão e Camila Uckers, entre outros famosos. “Por nenhuma mulher a mais silenciada, a violência não deve e nem pode nos calar. Não existe justificativa. Todo o meu apoio à Pamella e repúdio às cenas e atos de horror do Dj Ivis. Violência contra mulher é crime.”, disse a campeã do BBB 2021, Juliette.

Mulher é presa tentando levar bebê recém-nascido de maternidade de Curitiba, diz PM

Artigo Anterior

Antonia Fontenelle diz que não pedirá desculpas a Juliette e dispara: “Irresponsável”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.