Comportamento

Na Inglaterra, vendem-se band-aids para todas as cores de pele. Evita o racismo a incentiva a inclusão

capana Inglaterra vende se band aids para todas as cores de pele Evita o racismo a incentiva a inclusao

Uma medida simples, mas muito interessante para fazer com que todas as pessoas se sintam representadas!



Vivemos em um mundo com diferentes etnias, as quais existem desde o princípio das civilizações. Entretanto, apesar disso, todos nós sabemos que a branca é a dominante, e por muitos anos foi vista como a única “correta” e “forte”, merecedora de todos os privilégios.

A história de diversos países foi construída através da escravidão e do domínio dos povos pelos brancos. Embora hoje em dia tenhamos uma realidade diferente, a verdade é que ainda há muito desse passado presente em nosso modo de vida, desde detalhes até coisas mais importantes.

O interessante é que sempre vemos grupos de pessoas e até empresas interessados em transformar essa realidade e fazer com que todos os povos se sintam pertencentes à sociedade.


Esse é o caso da Tesco, uma rede de supermercados no Reino Unido. Uma matéria do Daily Mail contou sobre uma sacada incrível da corporação. Segundo as informações, a rede de supermercados do Reino Unido é a primeira a lançar band-aids de diversos tons de pele, porque acredita que isso pode “fazer uma diferença genuína”.

Os curativos têm tons escuros, médios e claros, e estarão disponíveis online e em todas as 741 lojas da rede.

Segundo os representantes da Tesco, os band-aids foram desenvolvidos depois que um homem negro de 45 anos publicou no Twitter que estava contendo as lágrimas por encontrar um curativo que combinava com seu tom de pele pela primeira vez.

Quem compartilhou o relato na rede social foi Dominique Apollon, ele escreveu: “Precisei de 45 viagens ao redor do Sol, mas pela primeira vez na minha vida eu sei o que é ter um ‘band-aid’ no meu próprio tom de pele”.


A publicação rendeu mais de 538 mil curtidas e motivou uma centena de respostas de outros usuários da rede social. Muitas das pessoas que interagiram com a publicação apontaram a importância desse tipo de coisa para a representatividade de comunidades negras, asiáticas e minorias étnicas.

2na Inglaterra vende se band aids para todas as cores de pele Evita o racismo a incentiva a inclusao

Dominique ainda deu continuação ao seu relato, escrevendo que aquele simples curativo fez com que ele se sentisse pertencente e valorizado.

Paulette Balson, representante da rede Tesco, disse que um dos principais objetivos do seu trabalho é ajudar a atender melhor os clientes de todas as origens e comunidades.


“Nenhum supermercado do Reino Unido jamais havia estocado band-aids em uma variedade de tons de pele e vimos isso como uma oportunidade para a Tesco liderar o processo e fazer uma diferença genuína”, revelou a mulher que acrescentou que a equipe inteira percebeu quão emocionante um produto como esse pode ser.

Ela ainda citou o caso do filho de um colega, que um tempo atrás machucou o rosto e sentiu-se constrangido ao usar um band-aid mais claro para ir à escola, porque não combinava com o tom de sua pele e fazia com que ele se destacasse.

Nicola Robinson, diretora de saúde, beleza e bem-estar da Tesco, também se pronunciou sobre a inovação. Ela disse que, como um dos maiores varejistas do Reino Unido, a empresa compreende que tem a responsabilidade de garantir que os seus produtos reflitam a diversidade de seus clientes e colegas. Ela acrescentou que a empresa tem a convicção de que a linha de curativos para diversos tons de pele é um passo importante e que espera que seja replicado por varejistas e supermercados.

Essa é uma iniciativa muito especial, que merece palmas! Embora nem todos consigamos nos relacionar com essa representatividade, é inegável que ela é importante para muita gente, e fazer essas simples adaptações garante uma sociedade mais diversa e feliz para todos. Que a ideia seja muito divulgada e popularizada!


Bonzinho ou perverso? Diga a primeira coisa que você viu na imagem e revelaremos sua personalidade!

Artigo Anterior

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.