Nada dura para sempre. Por maior que seja a dificuldade, a única certeza é que vai passar



Sabe aquela dificuldade da vida que causa aperto no peito? Um sentimento de incapacidade para mudar o que há?

Eu vivia uma situação difícil. Aí me veio uma lembrança da infância: sempre que eu estava em dificuldade eu chamava pela minha mãe. Minha filha faz o mesmo. E foi exatamente a intuição que tive ao deitar. Antes de dormir supliquei pela mãe divina e pedi-lhe que intercedesse pelos envolvidos naquela complicada situação.

No dia seguinte, ao acordar me veio à mente a sensação que tive durante o sono: eram túneis, florestas, montanhas, corredeiras, água parada, labirintos; ora eu estava acompanhada, ora sozinha. O sentimento era de liberdade, mas a responsabilidade das escolhas era minha. Senti-me uma “Indiana Jones”: voava, flutuava, andava, corria, passava por paredes e portas de outros mundos.

Foi cansativo, mas ao final terminei a viagem com o sentimento de dever cumprido.

A jornada foi só um sonho, porém, a mensagem e a sensação que ficaram foi de que a situação difícil pela qual estava passando era somente uma parte do caminho. Simples assim. Que nada dura para sempre, que a única certeza é que vai passar. O que está em minha mente influencia a minha vibração. Então, quando estou desanimada, preciso avaliar e mudar o que passa pela minha cabeça, que influenciará o meu sentimento e as minhas escolhas.

A grande questão é: como manter uma boa vibração? Ah, esse é um exercício diário e constante, e a mais simples e sábia atitude é parar com reclamações e pensamentos negativos.

Da mesma forma que somos capazes de chorar ao assistir a um filme triste, somos capazes de sorrir ao imaginar uma situação engraçada e feliz. A grande dificuldade é que somos movidos naturalmente, quero dizer geneticamente, pelo perigo, pela tragédia. É só você olhar as notícias na mídia e ver o que dá mais ibope.

Então, o natural é gastar nosso tempo para evitar um perigo iminente, que, entretanto, é real só na nossa mente. O movimento para frente, de evolução, causa desconforto, pois seria como ir de encontro ao perigo que evitamos. Entretanto, vencer o desconforto e escolher o novo é a única forma de atravessar os muros de nosso inconsciente, e perceber que aquela situação de perigo iminente era imaginária.



Esse é um caminho que só você pode fazer. Claro, com ajuda da mãe divina, deuses, anjos e santos ou como preferir.

Então, coragem! E uma ótima jornada!


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere.com / 601042






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.