3min. de leitura

NÃO BUSQUE ATALHOS, PERCORRA O CAMINHO CERTO!

Em algum momento da sua vida, você já materializou a lei do menor esforço? Se sim, repense seus atos… Você é total responsável por eles.


Sabe aquelas palavrinhas que “vira e mexe” você sempre escuta em meio a conversas cotidianas?! Essa palavra é: responsabilidade.

O pai fala para o filho ter, o chefe cobra e o tempo lhe impõe. Mas e você?! Assume mais responsabilidade para si ou sempre acha que já tem mais que o suficiente?

O curioso é que o termo “ter responsabilidade” está ligado, culturalmente, a uma imagem infortuna. Buscar se responsabilizar por algo é ter certeza que você ultrapassa as limitações que são impostas a você, seja nos seus sonhos, no seu casamento ou até mesmo no trabalho. Em qualquer ação que se propuser a realizar, faça o que acreditaram que você iria fazer e surpreenda com aquilo que não suspeitaram que faria.


não busque atalhos

Acredite! Não queira ser lembrado por ações medianas ou previstas. Pleitear aprendizado, buscar responsabilidades e tentar entender algo novo é almejar ferramentas suficientes para chegar ao outro lado da montanha, onde algumas pessoas acreditam ser inalcançável. É intrínseca a associação do sucesso à dedicação. Afinal, ser responsável exige dedicação. Com ela, vem o aperfeiçoamento, ou seja, quando surgir a oportunidade você estará preparado. Não pense que a frase no perfil da rede social fala muito sobre você, pois as suas atitudes é que contam muito do que você é!


Não queira ser apenas um bom profissional, tente ser sua melhor versão! Não deseje apenas ter um esposo ou esposa, tente ser o melhor que você puder proporcionar ao seu parceiro, independente de rótulos! Quando acordar pela manhã, não reclame pelo cansaço, agradeça a oportunidade de ter mais uma chance de fazer algo diferente e melhor do que ontem.

Queira sempre ter mais responsabilidades e crie situações que proporcionem a chance de ser lembrado e não de continuar sendo “figurante da cena”.

Seja responsável pelo mundo que você vive e questione todos os dias: o mundo que você quer é o mundo que você faz?





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.