Comportamento

“Não conseguia suportar o som da sua voz.” Mãe chora de cansaço e faz relato sincero

A mulher fez um desabafo sincero sobre o lado difícil da maternidade. Confira!



A maternidade é cheia de beleza, amor e muitas descobertas, mas também possui o lado “amargo”. Apesar de existir muita romantização sobre gerar e cuidar de um filho, a realidade é que, em muitos momentos, as mulheres podem sentir-se extremamente sobrecarregadas com todas as responsabilidades, especialmente se não podem contar com o apoio dos familiares.

São muitas as mães que, ainda que amem incondicionalmente os filhos e façam tudo ao seu alcance para garantir que tenham todas as suas necessidades atendidas, precisam conviver com o esgotamento emocional e físico, e desejam um tempo maior para si mesmas, para descanso e cuidado com a própria saúde.

Uma dessas mães, Suka Nasrallah, fez um relato bastante sincero ao Love What Matters sobre a sua relação com a maternidade. A escritora, que tem três filhos, apesar de ter um companheiro, também enfrenta momentos de profundo cansaço.


Direitos autorais: reprodução Facebook/Suka Nasrallah.

Suka escreveu em seu relato que “não conseguia suportar” o som da voz de um de seus filhos, depois de ele tê-la chamado 67 vezes enquanto estava tomando banho. Essa é uma realidade com a qual praticamente todas as mães podem se identificar.

Existe uma fase da vida em que os filhos são bastante dependentes, e isso pode tomar bastante o tempo das mães, que quase nunca conseguem fazer algo por si mesmas.

Enquanto estava no banho, Suka disse que tentou se manter calma para não gritar de volta com o filho, que também batia na porta do banheiro. Naquele momento, ela apenas se entregou às lágrimas, enquanto revelou que não tinha vontade de lhe responder e manter uma conversa quando ela “precisava desesperadamente” de alguns minutos para si mesma.


Nesse dia, a escritora disse que as crianças estavam acordadas desde as 6h45 da manhã, “fazendo exigências” para ela.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Suka Nasrallah.

Depois de contar sua experiência, Suka disse que é por coisas assim que as mães têm os momentos mais emocionais, porque estão “muito além de exaustas”, estão “drenadas”, “incompreendidas”, e ainda assim seguem lutando.

Finalizando o seu depoimento, ela afirma que “ser necessária o tempo todo é simplesmente desgastante, e uma mãe nunca deixa de ser necessária. Não temos linha de chegada visível”.


O relato de Suka certamente traduz a situação de milhares de mães no mundo todo. A maternidade é o trabalho mais complexo que as mulheres podem desempenhar, elas estão cuidando de uma vida, e é por isso que merecem todo o respeito, reconhecimento e apoio daqueles ao seu redor.

Menina de cabelo crespo é impedida de assistir à aula. Alegaram que “bloqueava a visão da lousa”

Artigo Anterior

“Sou maravilhosa.” Depois de filha ter cabelo afro chamado de “sujo e feio”, pai a ajuda a se amar!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.