NÃO CORRA ATRÁS DE ALGUÉM QUE JÁ SABE ONDE VOCÊ ESTÁ…

Alguém uma vez me deu alguns conselhos dos quais eu não quis e nem pude me esquecer: não corra atrás de alguém que não sabe está, nem mesmo para uma exigência moral. Quando eu perguntei por que deveria ser tão radical com a minha forma de agir, o que me disseram ajudou-me a abrir os olhos muitas vezes na minha vida.

Primeiro, me disseram: ‘Não corra atrás de ninguém, nem de si mesmo, porque ninguém precisa de alguém trás, e sim ao lado’. Depois, me afirmaram: ‘Se já não te acrescenta nada, deixe ir, porque se alguém tem algo a te oferecer, você não precisará implorar.”

“O segredo é não correr atrás das borboletas… É cuidar do jardim para que elas venham até você.” – Mario Quintana

Não corra atrás de ninguém, nem de si mesmo

Mais abaixo falaremos sobre o que acontece quando se busca alguém que não é a si mesmo sem encontrar uma resposta, mas e se você estiver correndo atrás de si mesmo? Parece estranho, mas pode acontecer. Muitas vezes nos sentimos melhor quando fugimos do que nos acontece e deixamos que tudo fuja de nós.

Quando corremos atrás de algo que se foi, estamos correndo atrás de nós mesmos e isso nunca é bom. É preciso sempre olhar para frente, perseguindo algo no qual queremos encontrar o nosso futuro. Se corrermos atrás do que fomos e não somos, nunca nos superaremos.

Em muitas ocasiões, não nos atrevemos a parar porque tememos olhar para o vazio e refletirmos sobre ele. No entanto, nunca encontraremos vazios se aceitarmos que devemos amar a nós mesmos em primeiro lugar e melhorarmos a cada dia. O mesmo é verdadeiro quando pensamos sobre o nosso relacionamento com os outros.


Se te precisam atrás, não te precisam

Você provavelmente está pensando que dizer isso é fácil, mas em nossa vida há um pequeno grupo de pessoas que queremos que estejam e continuem lá, embora não queiram. Não é fácil, por exemplo, aceitar como a vida pode nos tirar de uma outra pessoa, depois de termos vivido com ela.

No entanto, não importa o quão complicado seja, é muito benéfico nós lembrarmos que para mantermos uma relação viva o maior ingrediente necessário é o interesse. Se não há interesse, não há relação, porque o que nos une é o desejo de conhecermos uns aos outros, com tudo que isso implica.

Não podemos nos sentir mal por romper com tudo o que resta de um relacionamento que está acabado: não precisam de você se não te querem ao lado, e você realmente também não precisa de alguém assim.

Compreender isso, nutrir-se e não se subestimar é o primeiro grande passo que você pode tomar para avançar.


Olhe para dentro, você sabe onde não quer ficar

É exatamente isso. Você não quer estar à espera de atenção daquela pessoa. Você não quer estar lá, se sabe que a pessoa não te olha porque não te quer. Olhe para dentro de si mesmo e pense sobre isso, não quer seguir o seu próprio ritmo?

“Plante seu próprio jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.” – Jorge Luis Borges

Entre outras coisas, crescer é aprender a criar sua própria direção e velocidade de vida. Você é quem determina como cultivar o que tem, como dar amor: sabendo que quem mais perde é quem não sabe recebê-lo. Compartilhe o que você tem em seu interior com quem realmente dá valor, é a maneira mais conhecida de dar amor.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: La Mente es Maravillosa



Deixe seu comentário