Não desanime! encha-se de coragem e siga em frente…

5min. de leitura

Eu sei que machuca, eu sei que dói, sei que parece que não vai passar, que vai durar para sempre. Eu sei também que você tenta mostrar que está tudo bem e que quase nada o (a) afeta, mas eu queria lhe dizer que não é o fim, não desanime, não desista agora da sua jornada.



De todos os seus piores dias, ou em todos os seus piores dias, quando você pensou que não ia conseguir, você conseguiu.

Eu sei que você quer jogar tudo para o ar: trabalho, faculdade, namoro, família. Os problemas parecem despencar na sua cabeça, não é? Você tem contas para pagar, casa para cuidar, trabalho para fazer, coisas para estudar, ainda tem que “socializar” com seus amigos, fora o estresse que tudo isso gera.

Quando estamos nessa situação, não vemos o porquê de continuar ou razões para tudo, mas existem coisas que podemos fazer para que tudo fique um pouco mais fácil.

Como por exemplo: devemos nos concentrar e nos preocupar apenas nas coisas que podemos mudar. Como assim? Às vezes, nós passamos tanto tempo remoendo e nos martirizando por coisas que JÁ aconteceram e que não têm como voltar atrás e isso nos faz tão mal!


Não estou dizendo que será fácil e que, de uma hora para outra, você colocará na sua cabeça que não deve se preocupar com essas coisas, mas são exercícios diários.

Toda vez que você estiver mal por algo que já passou, você deve pensar justamente isso: “já passou”. Você não pode fazer mais nada a respeito disso no passado. Se quiser mudar algo, faça no presente, que é só onde suas atitudes e ações têm poder.

Peça desculpas, corra atrás, aprenda com seus erros, mas saiba que o que passou não voltará e você não pode fazer nada mais, a não ser seguir em frente.

Sempre que tiver oportunidade: aprenda com seus erros. Todo mundo erra, mas a diferença é que existem pessoas que usam seus erros para estagnar na vida e não fazerem nada, e as outras que os usam como estratégias de aprendizado. Tente fazer de seus erros seus aliados, porque com eles você vai se tornar mais inteligente e mais forte.


Desenvolva a sua resiliência. Como? Nós sempre nos nivelamos por baixo, sempre estamos subestimando nossas capacidades quando o assunto é a nossa vida. Desenvolver a sua resiliência é ser derrubado e mesmo assim levantar, não pelos outros, mas por si mesmo, e provar para você mesmo o quão forte você é. Cair não é ser derrotado, perder e errar também não, derrota é quando você desiste de tentar.

Quando nada mais fizer sentido e você só tiver vontade de desistir, comece a fazer pequenas metas e pare de procurar o sentido de tudo, porque nem tudo tem um sentido e a cada uma resposta você encontra mais dez perguntas.

Devemos questionar, mas não viver em função disso, o nosso sentido deve ser moldado e reestruturado a cada dia, a cada sorriso, a cada lágrima.

E por último, mas não menos importante: você sempre vai merecer (mais) amor. E isso não muda pelo jeito que você se sente sobre si mesmo ou sobre o que você já fez, isso é um fato, você pode ter errado, decepcionado alguém, falhado consigo mesmo, não importa, você sempre merecerá mais amor. Mais amor de si mesmo e das outras pessoas também.

Permita-se sentir, sofrer, chorar, amar, ser feliz. Quando sentimos tudo sem nos privar de nada, as coisas tendem a ser mais fáceis, mais intensas e mais marcantes. A vida é complicada por si só. Pelo simples fato de você existir, as coisas tendem a ser mais difíceis, e está tudo bem em você ficar mal ou querer desistir, o importante é você NÃO desistir e não desanimar.

Leve o tempo que for preciso, cada pessoa tem um ritmo e um limite, não tente se moldar aos outros. E esse não é um texto qualquer, é um pedido para que você: não desanime!


Direitos autorais da imagem de capa: Jonathan Zerger on Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 10/04/2018 às 5:36






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.