Não desista diante das dificuldades!



Primeiro, deixe que eu lhe diga uma coisa: As dificuldades que você possa vir a encontrar durante as suas mudanças não são mais do que testes que a própria vida lhe traz, para que entenda o grau da sua certeza.

A vida não quer saber mais nada a não ser se você está seguro daquilo que quer. Para ela, não importa o que seja, mas apenas se está mesmo determinado a obtê-lo. É por essa razão que ela vai testá-lo até aos seus maiores limites, apenas porque deseja que você saiba bem aquilo que está a escolher.

A vida, como processo vivo que é, quer sempre o seu bem. Ela sabe que se você escolhe sem ter a certeza do que quer, vai sofrer mais à frente com as consequências da sua escolha.

Assim, ela o  provoca para que a sua resistência às dificuldades possam lhe dar também  a certeza daquilo que quer.

Parece complicado? Muito pelo contrário! Você quer algo? Então mostre a si mesmo até onde está disposto a ir para obtê-lo! Só isso. Simples como tudo aquilo que é precioso na vida.

Como lhe disse lá atrás: o importante é que não se compare a ninguém, nem faça suas escolhas dependendo de nada nem ninguém. Agora, com este ponto digo-lhe mais uma coisa:

As resistências sempre existirão nas suas mudanças, mas em menor quantidade quando você escolhe com o coração.

A pergunta que me faz é também simples: Como faço para saber se estou escolhendo com o coração?

Você não sabe. Você sente. E sabe o que sente? Sente que está a fazer o que deve fazer, que está a dizer o que deve dizer, que está onde deve estar, simplesmente porque sente um sorriso formar-se em seus lábios e uma sensação de liberdade e bem-estar no seu peito. Toda a pressão desaparece no momento em que você escolhe com o coração o que sente ser o melhor e não o mais fácil.

Todos temos uma natural tendência para escolher o mais fácil e rápido do que o melhor para nós mesmos. Como pessoas carentes que somos, queremos respostas e soluções imediatas. Como tal, escolhemos aquilo que parece mais fácil e rápido. O demorado, aquilo que precisamos esperar, faz-nos ansiosos e não queremos viver com a ansiedade como companhia. Assim, escolhemos quase sempre o que remedia em vez do que resolve. O resultado dessa escolha vai-nos fazer viver mais à frente as consequências não tão boas de quase tudo o que é fácil e rápido.



A partir de hoje, entenda que, nas suas mudanças, a resistência é natural. Assim, em cada uma delas, não veja mais um obstáculo, mas antes um desafio para provar a si mesmo que está decidido a mudar. Nem sempre tudo é fácil, sobretudo mudanças de atitude e de vida. Você sabe que a sua maior resistência é o medo do que pode perder ou quais as consequências se falhar. No entanto, já várias vezes disse-lhe que, hoje, querer já não é poder.

Querer é, antes de mais nada, não desistir.

Se sente que o que escolhe é o que faria se não tivesses medo ou a opinião dos outros não fosse importante para você, está escolhendo com o coração, e só o que é escolhido com o coração tem a ver consigo, com o seu propósito aqui.

Não tenha medo de escolher aquilo que sente ser para você. É lá que está o seu caminho e a sua felicidade. Não tenha medo do tempo que lhe possa tomar. Lembre-se sempre de que não é o final que conta, mas a viagem, o tempo em que vive suas escolhas.

Só o presente existe. O resto já não faz parte ou ainda não faz parte de quem você é.

__________

Direitos autorais da imagem de capa: gladkov / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.