4min. de leitura

Não é preciso agir sempre, algumas vezes podemos parar e apenas deixar acontecer

Algumas vezes, é isto que precisamos fazer: apenas deixar a vida fluir e observar.


Somos seres racionais, desde pequenos somos ensinados a tomar a frente em situações, a ter atitude frente aos desafios da vida. Na escola, nossos pais ficam orgulhosos, se lideramos as brincadeiras, se somos eleitos líderes em um trabalho escolar. Nas empresas, um grande símbolo de status é liderar projetos, liderar pessoas. E, na vida, passamos a cuidar dos nossos pais, irmãos e até alguns amigos.

Quase sempre estamos em movimento, quase sempre estamos em ação por alguém ou por algum objetivo que traçamos, e temos muitas dificuldades para apenas parar por alguns minutos, deixar a vida acontecer e relaxar. Muitas vezes, mesmo durante o sono, não conseguimos relaxar.

Quando mais novos, lidamos com vários problemas: provas, brigas no colégio, namorados e namoradas. A pergunta que lhe faço é: como você resolveu esses problemas?

E a resposta, provavelmente, será: a grande maioria deles você não resolveu, eles apenas terminaram, sem ação nenhuma da sua parte, seus antigos problemas desapareceram.


Não temos controle sobre nossa mente, ela trabalha o tempo todo e muitas vezes cria conexões e problemas onde não existem, ou pior, ela traz para você problemas reais, mas para muitos deles não temos o menor poder de ação.

Vou dar um exemplo: o pneu do seu carro furou ou então o seu ônibus se atrasou e você vai se atrasar para uma reunião. Muito provavelmente aquele pequeno atraso não será um problema, mas sua mente já pensa em uma bronca que você vai levar do seu chefe, uma demissão, e até já começa a traçar planos para a busca de um novo emprego. A nossa mente cria o problema, e o problema nem aconteceu, talvez nunca aconteça.

Agora, pare por um minuto, vamos pensar no poder de um rio seguindo seu curso de forma imponente, ou em uma árvore crescendo em meio à loucura de uma cidade grande. Tanto o rio quanto a árvore têm algo em comum: eles apenas seguem seu curso, o rio segue seu caminho, imponente; a árvore cresce dia após dia, não importa o que aconteça a sua volta, ela apenas cresce.


Algumas vezes, é isto que precisamos fazer: apenas deixar a vida fluir e observar.

Quanto tempo faz que você não relaxa? E, quando digo relaxar, não digo ir ao cinema, assistir à TV ou ouvir música. Todas essas ações trazem para você mais e mais informações e, em alguns casos, até mais preocupações e sentimentos.

Minha pergunta é: há quanto tempo você não fica alguns minutos em silêncio, sozinho, apenas relaxando?

Em alguns momentos, tente desacelerar, tente relaxar de verdade, procure um lugar tranquilo, observe a natureza, se tiver oportunidade, apenas sinta o vento abraçar o seu corpo e escute as ondas do mar em uma praia qualquer.

Eu garanto: seus problemas reais não serão maiores ou menores devido ao fato de você parar um pouco, relaxar e desfrutar do poder da não ação. Agora, quanto aos problemas criados pela sua mente, você não sentirá a menor falta deles e, com o tempo, assim como em muitas outras situações, eles desaparecerão.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.