“não era pra ser”. Tem certeza?

“Não era pra ser” é uma frase que certamente bate o recorde das mais faladas no que se trata de fim de relacionamento.

Ela se aplica a tudo, na verdade, mas o tema do texto é esse. Se acontece uma série de fatores desagradáveis, que parecem lhe afastar da pessoa amada, se vocês entram em conflito constante, se tantas promessas de felicidade são quebradas e não conseguem mais ficar um longo tempo juntos, enfim, se vocês tentaram algumas vezes, mas os momentos ruins superaram todas as tentativas de felicidade… Se tudo isso acontece, de fato, existe o alerta correto da frase.



Às vezes, nem é culpa de uma das partes, então não adianta se esgoelar pensando nos motivos e nas razões (que nem sempre enxergamos e/ou entendemos). Afinal, nem tudo sai como planejamos, a vida foi feita pra seguir em frente (e agarrar a felicidade quando ela aparecer) e claro que é mais fácil aceitar que não era a hora ou que aquilo, simplesmente, não devia acontecer e concentrar suas forças e atenção em coisas novas!

Neste caso, ok, “não era pra ser”.

Por outro lado, se vocês amam estar juntos, têm planos futuros (onde não cabe mais ninguém além de vocês), não suportam ficar tanto tempo separados, têm um relacionamento saudável, maduro e estão prontos para protagonizar um “felizes para sempre”, e de repente, uma das partes resolve pular fora por estar insatisfeita com os próprios pensamentos (e alega que “precisa ficar sozinha”), então não use a frase “não era pra ser” pra simplificar tudo. Você sabe bem que não é tão fácil assim.

É ok sentir medo e insegurança às vezes, querer ficar sozinho (e eu super sei o quanto a solidão pode fazer bem) ou bater a vontade de jogar tudo pro alto e mudar o rumo. Mas se tá tudo lindo e você quer experimentar coisas novas por pura curiosidade, não culpe a vida por isso. É uma escolha unicamente sua; esteja ciente de que é você quem está interrompendo uma história que, até então, estava lhe fazendo muito feliz.


Lembre-se que vontade dá e passa, que uma relação estável e madura pode te fazer muito mais plenitude a longo prazo, do que atitudes movidas por impulso, equívoco ou prazer momentâneo.

Mas, principalmente, não queira justificar isso com a frase “não era pra ser”.

Mais fácil do que assumir as consequências dos seus atos; não responsabilize o destino por suas próprias escolhas. Ele não tem culpa se você decide desistir de alguém, mesmo sabendo que lembra daquela pessoa todo santo dia e que luta com o próprio coração pra não sentir saudade (ah, quanto orgulho, quanta soberba para se “rebaixar” e assumir que sente falta).

Não diga que é um amor perdido, quando quem está bem perdido é você. Certamente, o amor verdadeiro está e sempre esteve lá, você que não soube lidar. Como disse a jornalista Renata Piza um tempo atrás, “tudo vale a pena, se amar não é problema”.


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.