ColunistasReflexão

Não exijas demasiado de ti… Lembra-te sempre que só consegue ver as estrelas se olhares para o céu!

NÃO EXIJAS DEMASIADO

Não te culpes pelo que ainda não fizeste para que não deixes de fazer aquilo que ainda vais querer fazer.



A culpa faz-te estar num lugar quando achas que devias estar noutro.

Tranquiliza-te. Há alturas na vida em que deves entender que a culpa só existe na tua mente e não no teu coração.

Além do mais, ela nunca te deixa seguir livremente o teu caminho.


Aprisiona-te a algo que na verdade também foi uma escolha de mais alguém para além de ti.

Não te esqueças que a vida não te culpa de nada. Ela aceita-te como és e sabe que tudo faz parte do teu processo de evolução.

Se queres crescer de uma maneira que te sintas melhor contigo mesmo, aceita que não és perfeito.

Não exijas demasiado de ti e lembra-te sempre que só consegues ver as estrelas se olhares para o céu.


“não é o que se come, mas o que nos consome!’’

Artigo Anterior

Não se deve viver sem amigos, nem só no meio de inimigos!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.