Comportamento

“Não existe isso de dar conta de tudo. Eu não dou, surto, choro e desabafo” — Andréia Sadi

Capa Nao existe isso de dar conta de tudo. Eu nao dou surto choro e desabafo – Andreia Sadi

A jornalista sempre fala em suas redes sociais e em entrevistas sobre os desafios da maternidade, principalmente a conciliação com o trabalho.

A jornalista especializada em política Andréia Sadi não é do tipo de mulher que esconde os altos e baixos da maternidade de quem a acompanha. Mãe de gêmeos ainda bebês, desde a gestação Andreia fala em suas redes sociais e em entrevistas sobre os desafios da maternidade, atuando para desconstruir os estereótipos de “mãe ideal”, que ainda atormentam as mulheres, mesmo com tantos avanços nas conversas sobre esse assunto.

Se antes o esperado de uma mulher era que se dedicasse apenas ao lar e ao cuidado dos filhos — expectativa presente ainda nos dias de hoje, embora não seja a norma —, agora existem outros pontos que ela deve cumprir se quiser ser a “mulher moderna ideal”: ter uma carreira promissora e é claro, uma aparência bem cuidada, pois isto ainda não conseguimos mudar: o quanto a aparência é uma questão que pesa na avaliação da sociedade de qualquer mulher.

Tudo isso é exigido da figura feminina. No  campo profissional, por exemplo, as mulheres têm de se destacar, mesmo ganhando menos que os homens e ocupando menos cargos de liderança, mesmo provando ser cada vez mais capazes. Já em casa, precisam ter uma bela família, com um esposo dedicado e filhos bem cuidados, que nunca estão sem assistência, embora algumas tenham parceiras ou precisem de mais ajuda com os filhos por conta da intensa rotina de trabalho.

Se analisássemos apenas suas redes sociais superficialmente e suas aparições na TV como jornalista, poderíamos dizer que Sadi preenche todos esses pré-requisitos, mesmo que isso pareça impossível. Mas a própria já deixou claro que não é bem assim!

Em seu retorno ao trabalho, depois da licença-maternidade, Andréia revelou em suas redes que quem a vê apenas por esses meios não tem noção da correria que é tentar conciliar a maternidade com a vida profissional. Ela deu detalhes da quantidade de itens que precisou levar de casa, tanto para realizar seu ofício no ramo das notícias quanto para as necessidades que os pequenos teriam dela. Também contou que estava muito feliz por estar de volta ao trabalho que conhecia, embora nada mais fosse ser o mesmo justamente por ser mãe.

2 Nao existe isso de dar conta de tudo. Eu nao dou surto choro e desabafo – Andreia Sadi

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @sadiandreia.

Andréia não se prende à ilusão de que dará conta de tudo. A mãe já desabafou diversas vezes sobre a realidade das situações com seus seguidores, dizendo que sua vida tanto pessoal quanto profissional é marcada por momentos de “surto”, cansaço e choros. Ela pede que as mulheres que a acompanham se juntem a ela nessa luta para desconstruir a ideia de que dão conta de tudo, pois viver essa expectativa pode ser exaustivo.

A jornalista fala bastante sobre a ideia de conciliação perfeita do trabalho com a maternidade não ser real, pois é humanamente impossível dar conta de tudo. Sadi deixa claro que precisa de ajuda em alguns momentos e se sente cansada, pois muitas mulheres acreditam que sua experiência com a maternidade é perfeita. Sadi atua para que mais mulheres se sintam acolhidas nos momentos desafiadores da maternidade, principalmente por vivermos numa sociedade que cobra a perfeição delas.

A maternidade transformou a vida de Andréia por completo, e em uma entrevista ela disse que chegou a ficar meses sem se olhar no espelho por estar completamente imersa na experiência da gestação, o primeiro estágio para a mãe.

De acordo com o jornal Gaúcha ZH, Andréia sentiu que ser mãe lhe deu o ânimo de reencontrar velhas paixões, como a prática de atividade física. Todos os dias, tentava praticar ao menos 45 minutos de exercícios, como um ritual apenas para si. Ela conta que foi uma atitude muito importante para se reconectar com seu interior durante a gravidez.

0 %