ColunistasComportamentoEmoções

Não existem pessoas fracas, existem pessoas que não sabem o poder que tem!

NÃO EXISTEM PESSOAS FRACAS FOTO DE CAPA

Você pode se achar uma pessoa fraca, sem forças ou sem atitude.



Pode já ter passado por um momento na sua vida em que se viu assim.

Ou é possível que você conheça pessoas que considera como sendo “fracas”.

Essa fraqueza não é a ausência de força física, mas sim daquilo que chamamos de força interior, da nossa capacidade de lidar bem com as situações.


Costumamos classificar as pessoas como fortes ou fracas de acordo com as posturas que elas têm diante das situações. Geralmente usamos alguns critérios pra isso, que variam de pessoa para pessoa. Às vezes são considerados fortes aqueles que não choram, aqueles que são frios ou insensíveis diante de uma situação. Noutras ocasiões consideramos fortes aqueles que se entregam aos prantos, que dão vazão aos seus sentimentos e tem a coragem de mostrar como são sensíveis.

nao-existem-pessoas-fracas-foto-01

Mas a questão não é se uma pessoa é forte ou não.

Pois não existem pessoas fracas. Existem pessoas que são inconscientes do poder que tem, ou seja, que não conhecem a própria força.


Por isso o principal ponto a ser discutido é: Como estamos usando nosso poder?

Para entender isso precisamos saber quem somos. E a verdade é que somos seres dotamos de um poder divino, que é o poder de criação. Todos nós, portanto temos aquilo que podemos chamar de Poder Pessoal. É como se tudo que tocássemos ganhasse vida, tamanho, forma… Porém este toque não é físico, ele é mental e se dá através de nossa “atenção”. Se estivermos dando atenção a alguma coisa é porque damos importância a isso. Dar importância pra alguma coisa é colocar seu poder ali.

As coisas externas sejam elas pessoas ou situações não tem força sobre nós. Em si elas são espectros vazios que precisam da nossa força pra ganhar poder.

Tenho certeza que alguma vez na sua vida você já se sentiu inferior. Esse estado é uma ilusão, pois somos todos iguais diante da vida. Só que na sua distorção da realidade você já se sentiu menos que alguém. Isso aconteceu porque você deu poder pra essa pessoa. Seja pela aparência, pela profissão que exerce, pelo fator financeiro, ou pelo currículo que ela tem você acreditou que ela era mais que você. Porém estes atributos, por mais que verdadeiros, não tornam uma pessoa maior ou menor. Eles trazem uma responsabilidade para ela, e claro que devem ser respeitados, mas não lhe dão superioridade. Quem deu isso a ela foi você. Pois se impressionou com esses aparatos, e com as crenças que você tem, acreditou que ela era mais. Tirou o poder de si que te igualava e deu para ela.


Muitas vezes buscamos diversas coisas na vida por estarmos desconectados do próprio poder. Então deixamos de fazer alguma coisa por prazer ou realização, e queremos pra nos dar “posição”. Compramos carros, casas, utensílios, mudamos a aparência, mudamos de emprego, estudamos, apenas para parecer que “somos mais”. Achamos que assim nos tornamos melhores que os outros e não percebemos que adquirimos essas coisas por nos sentirmos pequenos, inferiores, desconectados de nosso poder pessoal.

Todo jogo de posição social é fruto de um sentimento de inferioridade por falta dessa conexão.

Igualmente toda disputa de poder parte disso. Afastados dessa fonte temos a necessidade de ganhar sempre, estar por cima, mostrar-se sempre certo, vencer discussões, pra nos sentirmos poderosos. Geralmente as brigas nos relacionamentos afetivos surgem dessa disputa inconsciente por poder, assim como as guerras entre nações.

A submissão se dá quando damos nossa força para os outros, crendo que somos incapazes. Pensando que sem determinada pessoa não poderemos viver, ou não teremos como agir.


A carência vem quando não nos alimentamos de nossa força, e sempre “exigimos” dos outros coisas como: carinho, atenção, elogios, mimo… tudo isso pra nos sentirmos melhores.

O medo surge da inconsciência dessa força, que nos faz acreditar que as situações ou os outros são maiores do que nós.

A crítica aparece quando tentamos diminuir os outros para nos sentirmos superiores, pelo fato de não aceitarmos a força que temos em nós.

A baixa estima ocorre quando ignoramos esse poder pessoal, colocando-o nos outros, imaginando que eles são melhores.


A depressão vem pela falta de contato com essa força, fazendo-nos nos sentirmos fracos e sem vontade de viver.

A ansiedade vem quando deslocamos nossa força para o futuro, e a angústia surge quando a pomos no passado.

Isso nos mostra que tudo, tudo na vida gira em torno de poder pessoal, de onde você está colocando a usa força. Quando você se crê fraco é porque está usando está sua força contra você. Não é o peso da situação que te dói e te diminui. É você. Essa dor que você sente é o seu próprio poder te machucando. Isso se dá em razão de que você se critica, se acha menos, não da valor para si, se ignora, se acha incapaz.

nao existe pessoas fracas


Está na hora de você redirecionar essa força. Ela existe para lhe dar poder de “realização”. Quando você a usa a seu favor, se motivando, acreditando no melhor, valorizando suas qualidades, elevando sua autoestima, colocando-se em pé de igualdade com todos, você está criando condições de mudar a sua vida. Perceba que se você imagina que quer uma casa, coloca nisso sua força, tem motivação pra trabalhar e corre atrás do que quer, aquilo que um dia estava na sua imaginação se materializa na realidade. Tudo que você coloca importância vem pra você. Se você coloca importância na falta e na desgraça, essas coisas fatalmente virão pra sua vida. Entretanto, se seu foco é a abundância, a prosperidade, o amor, tudo isso se realizará, dado que foi seu poder pessoal que se movimentou para realizar isso.

Tenha consciência de que você é um ser muito poderoso criador de realidade. O poder para sua vida está em você e em mais nada. Nem Deus ousa mexer em suas escolhas. É o livre-arbítrio. Ele já espalhou o bem no mundo, e este bem lhe vem por afinidade e atração. Por isso tenha cuidado e olhe bem para o que você está dando força. Não se faça de fraco e nem de vítima. Isso é só ilusão, pois é você que não está usando o poder que tem ou está usando esse poder contra você. Mude isso.

Em nós mora a força da vida! Que você tenha a sabedoria de usá-la a seu favor!

O poder é seu!


Não adianta fugir, o amor vai te encontrar…

Artigo Anterior

Peça, acredite, receba! – tudo o que é seu encontrará uma maneira de chegar até você…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.