Não há saúde mental que suporte um relacionamento “ioiô”

3min. de leitura

Sem maturidade e sabedoria, nenhum relacionamento será saudável. Vou bater sempre nessa tecla.



Hoje, eu recebi uma mensagem de uma leitora. Ela dizia que se sentia culpada em relação ao término de um relacionamento que era cheio de idas e voltas. Mesmo o ex-parceiro mentindo, não transmitindo confiança e tendo um vício que ela odiava, ainda assim ela se sente culpada.

O que eu disse a ela foi exatamente isso: não se sinta culpada, tenho certeza de que você se esforçou ao máximo para dar certo. As idas e voltas já eram um indicativo de que vocês iriam fracassar lá na frente. Deixe a vida seguir, deixe as coisas fluírem. Fique em paz.

Eu já vivi relacionamentos do tipo “ioiô”, é uma das experiências mais desgastantes que existem. Você vive pisando em ovos, numa hora está radiante; no dia seguinte, está cheia de olheiras, chorando pelos cantos. Nunca dá para planejar nada a médio ou longo prazo porque, nesse intervalo, muitas crises surgirão, correndo o risco de não poder realizar uma viagem na data programada, ou viajar toda murcha, ressentida e continuar a briga lá naquele lugar tão maravilhoso.


Hoje em dia, quando alguém me pede opinião sobre esse formato de relacionamento, eu uso as minhas experiências, e sou bem franca: é fria!

Lógico, cada um é livre para viver da forma que quiser, mas o meu olhar é bem pessimista sobre isso. Acho que a vida já é bem complicada para você viver guerreando com quem deveria tornar sua vida mais leve.

Eu entendo que as divergências são previsíveis, mas brigar sempre pelos mesmos motivos, muitos deles, ridículos para dois adultos, só mostra que o vínculo nunca vai prosperar. Até poderia evoluir, se ambos olhassem para aquilo que precisam mudar e se comprometessem a buscar ajuda, se fosse o caso. Mas isso não acontece. Geralmente, tudo se resume a trocas de acusações, duas pessoas se digladiando, jogando fora a oportunidade de serem felizes.

Sem maturidade e sabedoria, nenhum relacionamento será saudável. Vou bater sempre nessa tecla.


Se você rompeu uma relação na qual você mais chorava do que sorria, agradeça, ao invés de chorar.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Vadim Guzhva/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.