publicidade

Não importa o quanto o filho cresça, para a mãe, ele será eternamente o seu menino

Mas afinal, o que querem as mães? Do fundo do coração, o maior presente, aquilo que uma mãe mais deseja é ver sua cria com saúde, realizada com as escolhas (que não dependem mais dela), mas que, acima de qualquer outra coisa, seu filho esteja BEM, onde quer que ele vá, e que esteja feliz!



Com a proximidade do dia das mães, é comum observarmos comerciais de TV emocionantes, corações espalhados pelas lojas e aquela correria de pessoas em busca do presente ideal para a sua rainha. Talvez você já tenha se perguntado, mas o que uma mãe verdadeiramente gostaria de receber de presente?

Se existe uma fase marcante durante a infância dos filhos em que toda mãe se emociona é aquela das apresentações da escola, quando eles chegam trazendo cartões coloridos e presentinhos produzidos pelas próprias mãozinhas para a ‘mamãe linda’.

Aquelas tardes em que o pequeno canta todo sorridente com o olhar fixo em sua mamãe na plateia, ficarão gravados na memória dela até a velhice.

Confesso que não perdi uma única apresentação dessas, eu sabia que uma hora acabaria e realmente acabou faz tempo. Filhos crescem, crianças viram adolescentes e adultos numa velocidade incrível! Por outro lado, sabemos que muitos filhos nunca conheceram suas mães e essa data tão especial fora motivo de lágrimas na infância e pesares na vida adulta.


Tem mãe que cria o filho sozinho e que é pai e mãe ao mesmo tempo. Tem mãe que é deixada na porta do asilo pelo mesmo filho que promete visitá-la no final de semana e nunca mais volta. Também tem pai que é mãe e pai. Tem mãe coração duro e mãe manteiga derretida. Tem mãe que gera o filho na barriga e mãe que gera com o coração.

Bem, mas afinal, o que querem as mães?

Uma mãe grávida quer que seu bebê chegue logo, não vê a hora de pegar no colo, cuidar, alimentar e amar aquele ser que cresce mais e mais a cada dia em seu ventre. Mãe de recém-nascido quer ver sua cria crescer e desenvolver-se forte e saudável. Mãe de criança quer ver o pequeno brincando no quintal, jogando bola e fazendo todas as estripulias que ela mesma já fez quando criança e que, à medida que o filho vá crescendo, OUÇA os seus “não faça isso, faça aquilo; isso é bom, isso não será bom para você, meu filho!”.

Quando percebe o filho adolescente tentando alçar seus primeiros voos, mãe anseia que ele lembre de TUDO o que ela foi ensinando ao longo da vida e quando tornar-se um adulto ou quando ameaçar deixar o “ninho”, uma mãe torce mesmo para que o filho encontre o seu caminho; a essa altura já pede a Deus para que o filho se lembre de pelo menos METADE do que ela ensinou desde que ele veio ao mundo.


Porque do fundo do coração, o maior presente, aquilo que uma mãe mais deseja é ver sua cria com saúde, realizada com as escolhas (que não dependem mais dela), mas que, acima de qualquer outra coisa, que seu filho esteja BEM, onde quer que ele vá, e que esteja feliz!

Mas, se porventura alguma coisa der errado em sua jornada, colo e coração de mãe estarão sempre de portas e braços abertos, porque não importa o quanto cresça, para a mãe será eternamente o seu menino.

Com carinho ao meu menino adulto e ao meu menino adolescente.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: alenkasm / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.